Eu tenho uma história muito traumática para contar de quando fomos para a Geórgia (o país do Cáucaso, não o estado norte-americano). Se você já leu sobre o dia que eu quase morri várias vezes em Komodo, Indonésia, já aviso: é mais ou menos desse nível. A piada é horrível, mas dessa vez eu entrei literalmente numa fria. Aguardem.

Estava em nosso roteiro passar 1 dia no resort de ski georgiano Gudauri. Essa região é de uma beleza estonteante, facilmente acessada pela Rodovia Militar da Geórgia, ao norte da capital Tbilisi. A estação de ski fica a 40 km da fronteira com a Rússia. Frio? Demais. Lindo? Muito. Valeu a pena ter ido para lá, o meu post é só para te dizer o que NÃO valeu a pena, pelo menos na minha experiência pessoal.

Eu não sou muito de esportes, muito menos os de neve. O fato de eu ter nascido no meio do Cerrado brasileiro tem 100% a ver com isso, claro. Mesmo assim, gosto da ideia de ir para resorts de ski, ou qualquer lugar com neve, porque acho de uma beleza única e há várias formas de se aproveitar um resort que não seja esquiar, por exemplo. Fico contente por estar lá sem ter que me aventurar, mas não sei porque cargas d’água inventei de fazer o salto de parapente dessa vez… A verdade é que vimos ao longo do dia as pessoas saltando do alto da montanha e, ledo engano, olhando de baixo, você imagina que deve ser um visual incrível (sim, isso é) e muito tranquilo (não, não foi).

estação de ski gudauri geórgia

Na estação de ski de Gudauri, vendo as pessoas saltarem de parapente. Foto: arquivo pessoal

Meu problema não foi com a altura, já adianto a vocês. Embora o fato de termos ido ao ponto mais alto da estação (mais de 2 mil metros de altitude), pegando 3 teleféricos para chegar lá. Se você não gosta de altura, nem preciso dizer que nem deve cogitar uma aventura dessa, né? Bom, a história trágica da minha viagem à Geórgia tem vários fatores, vou começar por um que foi o gatilho para que os outros também acontecessem:

Continue lendo

janeiro 01, 2019

Babymoon nas Maldivas

Em junho de 2018, embarcamos para uma das viagens mais esperadas e programadas até hoje: as Maldivas! Esse arquipélago, localizado no Oceano Índico, não muito longe daqui, é provavelmente um...

dezembro 24, 2018

Retrospectiva de viagens 2018

Em 2018, estive longe aqui do blog por motivos de: temos um novo mini-integrante na família! E, claro, como vocês podem imaginar, a chegada do baby mexeu não só com...

julho 22, 2018

Um dia com guia em Bangkok

Quando viajamos, gostamos de explorar os locais por conta própria, mas também fazemos alguns passeios com guia para poder aprender não só sobre os pontos turísticos que visitamos, como também...

junho 08, 2018

8 on 8 – Cenários de filme (Museu Karen Blixen)

O projeto 8 on 8 deste mês escolheu o tema “Cenários de filme“, onde teríamos que usar a imaginação para escolher 8 fotos de algum lugar que já visitamos e...

junho 06, 2018

1 dia em Phuket

Phuket é um dos principais destinos turísticos dentro da Tailândia e também a maior ilha do país. É referência de praias, festas animadas e belos resorts. Há um aeroporto na...

maio 08, 2018

8 on 8 – Landmarks pelo mundo

O tema do 8 on 8 deste mês é “Landmark“, ou ponto de referência, ou, ainda, aquele ponto turístico super famoso e símbolo do lugar. Bons exemplos são o Cristo...

abril 18, 2018

5 mitos sobre morar em AD – Brasileiras pelo Mundo

Trecho do texto publicado originalmente no site Brasileiras pelo Mundo, onde faço uma colaboração mensal como colunista de Abu Dhabi. *** Os Emirados Árabes, e a região do Oriente Médio, como...

fevereiro 08, 2018

8 on 8 – Cidades pequenas (Haarlem e Alkmaar, Holanda)

O tema do 8 on 8 deste mês é “Cidades Pequenas”. Um tema fácil e qualquer pessoa saberia reunir uns 8 fatos sobre uma cidade pequena que já tenha visitado,...

janeiro 18, 2018

1 noite em Chiang Rai

Quem acompanhou o nosso roteiro de 15 dias pela Tailândia e Camboja viu que passamos 1 noite em Chiang Rai, uma pequena cidade no norte da Tailândia que faz parte...

1 2 3 28