06 de junho de 2018

1 dia em Phuket

Phuket é um dos principais destinos turísticos dentro da Tailândia e também a maior ilha do país. É referência de praias, festas animadas e belos resorts. Há um aeroporto na ilha, inclusive com vários voos internacionais diários, mas também é possível chegar até lá de carro, ônibus, van ou barco. Mas antes de contar a vocês como chegamos até lá, preciso contar o porquê de termos incluído Phuket em nosso roteiro, e também só por 1 dia.

phuket town centro histórico

Phuket Town, o charrmoso centro histórico. Foto: arquivo pessoal

Como chegamos a Phuket

Como já contei nesse artigo sobre os transportes na Tailândia, fomos de Krabi a Phuket de táxi, em uma viagem que durou aproximadamente 3h. A ideia inicial era ir de ferry boat, mas dessa forma perderíamos o dia inteiro e a diferença de preço para 2 pessoas nem seria tão grande assim (embora, claro, um táxi privado seja mais caro). Para ir de Phuket para o nosso próximo destino, Siem Reap (Camboja), fomos de avião, nos beneficiando da comodidade de ter um aeroporto internacional na ilha.

Por que apenas 1 dia em Phuket?

No artigo que mostro a vocês o nosso roteiro pela Tailândia e Camboja, conto que uma das prioridades era pegar voos diretos entre os destinos, que eram vários, para que evitássemos perder tempo com deslocamentos, além do cansaço que vai se acumulando depois de visitar tantas cidades. Para aproveitar a praia em si, achamos Krabi uma melhor opção, mas não havia voos diretos de Krabi para Siem Reap. Por isso, em vez de perder um dia inteiro fazendo escalas, decidimos pegar o voo de Phuket e aproveitar uma “pausa” entre as praias de Krabi e os templos de Siem Reap. De quebra, ainda conheceríamos Phuket, mesmo que não fosse o que os turistas mais comumente vão atrás: praias.

Como não iríamos para nenhuma praia ou ilha a partir de Phuket, focamos em conhecer o que a ilha tem de única: um centro histórico com uma arquitetura fofa! E também uma feirinha super bacana (mas isso tem em todas as cidades da Tailândia que fomos, não se preocupem).

phuket town centro histórico

Phuket Town. Foto: arquivo pessoal

Se você não faz questão de ver essa parte de Phuket e também deseja fazer os voos diretos que fizemos, pode combinar com o taxista de o levar diretamente para o aeroporto de Phuket. Ele é até mais perto de Krabi, já que não tem que atravessar a ilha para chegar até o centro histórico. É uma forma também de economizar com o hotel em Phuket e o táxi que tivemos que pegar para ir do hotel para o aeroporto de Phuket na madrugada. Fica aí mais essa opção!

Onde se hospedar em Phuket

O nosso objetivo era ficar no centro histórico, então o mais lógico era nos hospedarmos por lá mesmo. O hotel que ficamos foi o The Rommanee Classic Guesthouse foi um excelente achadinho, bem no MEIO do centrinho e da feirinha, cercado de construções fofas e restaurantes maravilhosos. O taxista que nos levou de Krabi não teve problema em encontrá-lo e o próprio hotel providenciou um táxi para nos buscar na madrugada e nos levar para o aeroporto de Phuket.

O hotel é simples, mas muito limpinho e organizado. Apesar de estar bem no meio da feira, com muito barulho enquanto ela estava montada, na hora de dormir (após às 22h), a rua foi ficando silenciosa. Se o seu objetivo de viagem a Phuket for o mesmo do nosso, também recomendo o hotel.

Caso esteja procurando hotel em Phuket, utilize a caixa de buscas e reservas do nosso parceiro Booking.com. Você poderá encontrar excelentes preços e ainda contribuir com uma pequena comissão para o blog, sem aumentar em nada o preço final para você! Obrigada!

 
Booking.com

O que vimos em Phuket

O centro histórico de Phuket tem lindas construções coloridas com influência sino-portuguesa. Como era o dia da feirinha noturna (domingo), não conseguimos observar as construções com mais atenção, já que a feira atrai multidões. Mas isso não foi problema e, na verdade, ajudou a completar a “magia” do lugar. Uma feira, por si só, já é colorida e viva, num centro histórico que também possui essas características, ficou ainda mais!

feira noturna phuket

Feira noturna de domingo em Phuket Town. Foto: arquivo pessoal

phuket feira noturna

Feira noturna em Phuket. Foto: arquivo pessoal

Antes de a feira começar, fomos para o Phuket Trickeye Museum, aquele tipo de museu em que você vai para se  divertir com as ilusões de ótica provocadas por pinturas feitas estrategicamente. Nós nunca havíamos ido a um museu assim e, confesso, achei que fosse achar meio chato, mas foi bem o contrário! Ele estava vazio e pudemos brincar à vontade com as pinturas, fazendo poses engraçadas abestalhadas e nos divertindo como se tivéssemos alguns anos a menos.

Há vários cenários para você brincar e se soltar com as pinturas. Tiramos foto em praticamente todas! Uma coisa que não fazia ideia, mas que ajuda muito, é que no chão há uma marcação de onde deve ser tirada a foto, assim você pega a perspectiva correta. A única regra que recebemos era: não podíamos entrar de sapato no local. Fora isso, deixe a vergonha de lado e se divirta! Ah, claro, leve alguém para tirar fotos suas… Não é o tipo de passeio que é legal fazer sozinho.

Trickeye Museum Phuket.

Trickeye Museum Phuket. Foto: arquivo pessoal

Trickeye Museum Phuket.

Trickeye Museum Phuket. Foto: arquivo pessoal

Trickeye Museum Phuket.

Trickeye Museum Phuket. Foto: arquivo pessoal

Trickeye Museum Phuket.

Trickeye Museum Phuket. Foto: arquivo pessoal

Trickeye Museum Phuket.

Trickeye Museum. Foto: arquivo pessoal

Trickeye Museum Phuket.

Trickeye Museum. Foto: arquivo pessoal

Trickeye Museum Phuket

Trickeye Museum. Foto: arquivo pessoal

Trickeye Museum Phuket.

Trickeye Museum. Foto: arquivo pessoal

Trickeye Museum Phuket.

Trickeye Museum. Foto: arquivo pessoal

Trickeye Museum Phuket.

Trickeye Museum. Foto: arquivo pessoal

Eu havia planejado também ir ao Rang Hill (Khao Rang), um lugar perto do centro histórico de onde se tem uma bela vista de Phuket. Há bares e restaurantes no local e acho que vale super a pena para um fim de tarde. Acabamos não indo por pura preguiça, mas se estiver por lá, fica a dica! E um lugar que eu não havia planejado, mas que acabamos indo mesmo assim, é uma casa de massagem! Claro, né, porque estando na Ásia, quem resiste a uma massagem nos pés a preços módicos? Outra parada que fizemos que não foi planejada foi a uma loja que vende souvenires e artigos de decoração tailandeses. A loja estava em promoção e compramos algumas coisas muito lindas por lá. No centro histórico há várias dessas lojinhas, fiquem de olho!

Dicas de restaurantes em Phuket

Chegamos a Phuket na hora do almoço e a senhora organizadora de viagens aqui, claro, nunca deixa de olhar nas redondezas do hotel as opções para refeições antes mesmo de viajar. Te aconselho a fazer o mesmo, especialmente se chegará na hora do almoço ou do jantar, morto de fome e sem paciência para procurar restaurante. Bom, para o almoço escolhemos o Yakiniku Koku, um restaurante asiático/japonês bem no centro histórico, e que serve churrasco. Havíamos provado essa modalidade de restaurante no Japão e marido amou! Na época, eu acabei nem comendo, pois o restaurante só tinha carne bovina (Kobe beef), mas no Yakiniku Koku eu tinha várias opções de peixes e frutos do mar para assar na “churrasqueira”, que é na verdade no meio da mesa.

Yakiniku Koku phuket restaurante asiatico japones

Yakiniku Koku, restaurante japonês. Foto: arquivo pessoal

A comida estava deliciosa e o atendimento foi ótimo! Se você nunca provou esse tipo de comida japonesa (ou coreana), recomendo a ir num lugar assim, especialmente com uma turma grande, porque é o tipo de comida que pede uma mesa farta de comida, amigos e tempo, já que é preciso esperar a comida assar.

Depois de beliscar muitas coisas à tarde na feirinha, fomos jantar em um restaurante fine dining tailandês, o Suay Restaurant. Eu pedi um espaguete com vieiras que estava de comer de joelhos! O ambiente é bem tranquilo, mais sofisticado e durante o dia deve ser lindo, pois há um jardim circulando o restaurante. Os preços são mais salgados que a média de restaurantes da Tailândia, então é melhor nem considerar caso o seu orçamento esteja apertado.

fine dining phuket dica restaurante

Suay Restaurant. Foto: arquivo pessoal

***

Como deu para perceber, nosso único dia em Phuket foi divertido e delicioso! Por isso, apesar de ter feito um “roteiro” incomum, aproveitamos e gostamos tanto. Caso você escolha passar seus dias de praia em Phuket, não deixe de dar um pulinho no centro histórico (é chamado de Phuket Town) e, claro, se for domingo à noite, melhor ainda porque pode aproveitar a feirinha!

Vejam os outros artigos da Tailândia aqui

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Comente com o WordPress

  • Renata Suzart junho 11, 2018

    Que deliiiiiicia voltar a ler seus posts! Adorei saber as sus impressões sobre Phuket e, agora, fiquei com ainda mais pressa em encaixar essa viagem pra logo!!! Beijão!

    • Pollyane
      Pollyane junho 11, 2018

      Essa viagem tem que sair logo mesmo! Vocês vão adorar, tenho certeza 🙂 Obrigada pelo comentário. Beijos