Texto publicado originalmente no site Brasileiras pelo Mundo, onde faço uma colaboração mensal como colunista de Abu Dhabi.

***

Não consigo enumerar as vezes que já precisei corrigir as pessoas que dizem que eu moro em Dubai. O diálogo que se repete é mais ou menos esse: “Como está a vida em Dubai?”. “É Abu Dhabi”. “Mas não é a mesma coisa?”. “Não, Abu Dhabi não é Dubai, é perto, mas são cidades distintas”. “Ah…”.

Do mesmo jeito que nós, brasileiros, nos sentimos diminuídos quando os estrangeiros acham que o Brasil se resume a São Paulo e Rio de Janeiro, precisamos entender que os demais países também são formados por diferentes cidades, estados e regiões. E não, não é bacana dizer que é tudo a mesma coisa, porque sabemos “de berço” que não é assim.

Os Emirados Árabes Unidos é um país novo, ainda não muito esclarecido para a maioria das pessoas. Ele é formado por 7 emirados (daí o nome) e 1 desses emirados é Abu Dhabi, outro, diferente, é Dubai. Abu Dhabi é também a capital do país. Dubai é o emirado mais famoso e também o que recebe mais turistas, mas é bem menor, em termos territoriais, que Abu Dhabi. Dizer que os dois emirados são a mesma coisa é muito errado, e a intenção desse artigo é ajudar as pessoas a terem isso de forma mais clara.

Governo Federal dos Emirados Árabes Unidos

Para começarmos a entendermos a diferença básica entre os dois emirados, é preciso que tenhamos em mente como funciona o Governo Federal do país. Atualmente, o presidente é a Sua Alteza Sheikh Khalifa bin Zayed Al Nahyan, governante de Abu Dhabi, eleito em 2004, e o vice-presidente é o Primeiro Ministro Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, governante do Dubai, eleito em 2006. Quem elege o presidente e o vice, a cada 5 anos, é o Conselho Supremo, formado pelos governantes dos 7 emirados. Tal órgão também é o principal responsável pela elaboração das políticas de estado.

Governos Locais

Cada emirado possui seu próprio governo local. As leis e modo de governar, inclusive, são diferentes. A relação entre os governos federal e local é estabelecida pela Constituição, o que proporciona uma certa flexibilidade na distribuição da autoridade. Dessa forma, já podemos imaginar que, apesar de serem próximas, Abu Dhabi e Dubai, bem como os demais emirados, são cidades cujas administrações variam significativamente. Mais um motivo para desmistificar a ideia de que são a mesma coisa. Essa ideia, para quem mora aqui, chega a ser perigosa, pois as leis são diferentes entre os emirados.

grand mosque abu dhabi turismo

Grand Mosque de Abu Dhabi. Foto: Renata Zagato Flickr

Diferenças entre Abu Dhabi e Dubai

Além de possuírem administrações diferentes, terem uma diferença quanto ao tamanho territorial e bases econômicas (Abu Dhabi ainda tem petróleo e é mais rica que Dubai, acreditem), há leis e burocracias diferentes entre as duas cidades. O processo para se obter a habilitação para dirigir, por exemplo, é diferente entre os dois lugares. Na mesma temática, o trânsito, a estrutura urbana, os transportes públicos e as leis de trânsito também são bem distintos.

Dubai é mais turística que Abu Dhabi. Por lá, a influência ocidental é mais clara, e é por isso que você verá pessoas se vestindo “normalmente”, como se estivessem em qualquer outro lugar do mundo. Em Abu Dhabi, quem se arrisca a colocar uma roupa mais “liberal” é imediatamente repreendido em lugares públicos. Nesse caso específico das vestimentas, a recomendação é a mesma para as duas cidades, se vestir com moderação e respeito, mas há quem não veja necessidade de segui-la em Dubai, já que há tantos turistas e mesmo moradores que se vestem de maneira ocidental. A você turista, desavisado ou mal informado, é bom saber que a “liberdade” de Dubai não se aplica a Abu Dhabi.

O custo de vida das duas cidades é parecido, mas Dubai é um pouco mais cara que Abu Dhabi (fontes: Expatisan e Numbeo). A grande diferença, na minha própria opinião e das pessoas que moram aqui, é que Abu Dhabi é uma cidade mais “tranquila” quando comparada a Dubai. Para morar, Abu Dhabi é mais agradável, pois possui um trânsito mais organizado (apesar de não ter metrô, como Dubai), e não há tantos turistas na cidade lotando as atrações, restaurantes e espaços públicos. Dubai é o tipo de cidade que parece não dormir nunca, os shoppings estão sempre abarrotados e o trânsito é bem mais complicado. Agora, se você gosta de vida noturna, Dubai é infinitamente melhor para você. Abu Dhabi, para quem prefere uma vida mais agitada, pode ser entediante.

Há excelentes opções de moradia, educação, lazer, hotéis e restaurantes em ambas as cidades. As duas são boas para morar ou passear. Claro, Dubai atrai mais turistas por oferecer uma gama de entretenimentos surreais (só quem já foi assistir ao show das Fontes de Dubai no Burj Khalifa sabe o que eu estou falando). Mas Abu Dhabi não fica para trás, e, por isso, já até fiz um artigo falando sobre o potencial turístico da cidade. O Grand Mosque, por exemplo, é tão lindo que deixa qualquer pessoa boquiaberta – e é um grande desperdício alguém visitar os Emirados Árabes e não o incluir em seu roteiro.

Cultura árabe, mundo muçulmano, arquitetura moderna e calor intenso no verão são características das duas cidades. A impressionante diversidade cultural dos moradores e o pensamento de “como eles construíram tudo isso no deserto?” também são inevitáveis nos dois lugares. A distância que separa as duas cidades é de apenas 1h30min de carro, dirigindo por uma estrada que sai do centro de Abu Dhabi e corta Dubai inteira, a Sheikh Zayed Road.

abu dhabi emirados árabes

Vista do alto de Abu Dhabi. Foto: arquivo pessoal

Brasileiros em Dubai e Abu Dhabi

Há brasileiros morando nos dois emirados. Em Abu Dhabi, principalmente ligados ao jiu-jitsu, já que as escolas foram obrigadas a incluir o esporte em seus currículos; em Dubai, há muitos compatriotas trabalhando na Emirates, a premiada companhia aérea da cidade. As opiniões sobre as duas cidades sempre se dividem, pois dependem muito do estilo de vida de cada um. Para mim, por exemplo, está ótimo morar em Abu Dhabi! Mas uma pessoa solteira dificilmente concordaria comigo. De todo jeito, como a distância entre as duas cidades é curta, é possível “ir ali em Dubai” a qualquer momento.

Caso você tenha recebido uma proposta de emprego aqui no país e tem a possibilidade de escolher onde morar, acho razoável que conheça as duas cidades pessoalmente antes de tomar a sua decisão. Pois, como já falei, elas possuem vários aspectos em comum, mas muitas, muitas outras diferenças entre si.

Se você quiser saber mais sobre Dubai, confira aqui os artigos já publicados no BPM. E se quiser saber a opinião de quem já morou nas duas cidades, pode acompanhar aqui a entrevista que fiz para o meu blog pessoal. Espero que aproveitem as dicas e até a próxima!

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Comente com o WordPress

  • Marines agosto 7, 2017

    Oi Polly linda materia!! meu marido esta com uma proposta de trabalho em Abudhabi, ja pesquisei sobre escolas pra criança como funciona mais não consigo achar !você tem alguma dica?obrigada

    • Pollyane
      Pollyane agosto 8, 2017

      Oi Marines! Obrigada pela visita e pelo comentário. Além das dicas que vc já encontrou no outro post em que comentou, sugiro perguntar a outros papais no grupo dos brasileiros em Abu Dhabi no Facebook. Acho que é sempre válido ouvir a opinião de quem já passa por isso, não é? Boa sorte! Beijo grande.

  • Yuri S julho 21, 2017

    Post super rico e informativo, gostei bastante. Eu mesmo não sabia nem de metade do que você falou e é muito bom ter conhecimento disso agora, visto que pretendo um dia visitar o país.

    • Pollyane
      Pollyane julho 21, 2017

      Oi Yuri, fico feliz que tenha gostado! Sim, é muito importante saber essas diferenças 🙂 Espero que possa visitar em breve. Beijo grande.

  • Su julho 12, 2017

    achei bem interessante! eu, como leiga que sou, já juntava tudo como num mesmo lugar (mil perdões) hahaha anyway, as duas são um shonho de maravilhosas, né?

    • Pollyane
      Pollyane julho 13, 2017

      Oi Su! Bom, se você aprendeu como diferenciá-las pelo post, já valeu para mim! hehe Há muitos lugares distantes do Brasil que conhecemos pouco e muitas vezes não compreendemos, não faz mal 🙂 Espero que possa visitar as duas em breve! Beijo grande