07 de outubro de 2016

Atirando em Abu Dhabi

Querido diário, setembro foi um mês interessante: teve tiros em Abu Dhabi. Pela primeira vez na minha vida, peguei em uma arma de fogo e apertei o gatilho. Mas calma, não foi em direção a ninguém, muito menos em uma situação de estresse. Foi apenas uma atividade esportiva para que eu soubesse como é atirar.

Atirando em Abu Dhabi

O marido, desde sempre, adora atirar. Já fez curso e não perde uma oportunidade de mandar bala… no alvo, claro. Eu nunca tinha atirado, apesar de já ter pego em uma arma (cri cri cri). E aí, tempos atrás, descobrimos que aqui em Abu Dhabi é permitido atirar no estande de tiro no Al Forsan.

tiros-abu-dhabi

Cadastro e tabela de preços no estande de tiros do Al Forsan. Foto: arquivo pessoal

Estávamos programando uma ida até lá quando o Groupon nos deu uma forcinha e lançou a promoção de tiros de pistola. O marido comprou 2 cupons e lá fomos nós, em uma noite quente e úmida de Abu Dhabi, rumo aos meus primeiros tiros – rolou uma tensão, confesso.

Para atirar, a pessoa deve fazer um registro no local e apresentar documento de identificação. Eles nos mostram as instruções, passamos por um detector de metal e nos dirigimos até a área de shooting. Quando chegamos lá, havia 1 casal atirando e qual foi a minha surpresa que a mulher usava véu e abaya! Sinto muito, mas tinha que tirar uma foto:

abu-dhabi-estande-tiro

Mocinha de abaya e véu atirando antes de mim. Foto: arquivo pessoal

Depois deles, nos chamaram para entrar na área de atirar mesmo. Colocamos protetores no ouvido, o cara me deu meia dúzia de explicações, que eu mal entendi por conta do inglês capenga dele, e 1, 2, 3, fogo!

É óbvio que, no primeiro tiro, o meu braço deu um super golpe e eu assustei com o barulho e soltei um gritinho (haha). O coração disparou, a mão suou e eu fiquei muito nervosa. Puxa, é muito tenso! Como alguém tem coragem de apontar isso para outra pessoa e atirar? Sério, pensava muito nisso.

atirar-abu-dhabi

Eu e meu instrutor de tiros, depois que eu já tinha mandado bala. Foto: arquivo pessoal

Eu não enxergo muito bem, preciso usar óculos de grau o tempo todo e, especialmente para olhar na mira, isso é bem ruim! Depois de alguns tiros, o barulho, os trancos  no braço e a pressão no dedo para apertar o gatilho estavam incomodando muito. Atirar não foi exatamente uma sensação confortável para mim.

O cupom do Groupon custou AED 80 cada e contemplava 25 tiros de pistola 9 mm. Dei tiros a 5 m,  7 m e 10 m. Dos 25 tiros, 22 acertaram o papel do alvo, o que para mim já foi um enorme feito! Ao final, o cara te dá o papel baleado para levar para casa. Sim, diário, eu trouxe um papel que enchi de bala para casa. Para quê? Não sei. Mas estou com dó de jogá-lo fora.

tiro-ao-alvo

Orgulhosa do me papel todo furadinho! Por ter sido a primeira vez (e uma pessoa cegueta), acho até que fui razoavelmente bem. Foto: arquivo pessoal

Se gostei da experiência? É, foi bem interessante. Se era como eu imaginava? Eu esperava o barulho e o tranco no braço, mas não achei que fosse ficar tão tensa e incomodada quanto fiquei. Se faria de novo? Talvez, a depender da situação – como esporte, claro, não por necessidade – assim espero.

E essa foi minha experiência atirando em Abu Dhabi, diário. Além de tudo que te contei, o saldo final foi meu ombro dolorido por 2 dias depois de atirar. 🙁

Shooting is not my thing.

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Comente com o WordPress

  • Rafaela outubro 8, 2016

    Que linda!
    Nossa, essa experiência deve ter sido maravilhosa! Kkkkk

    • Pollyane
      pollyanerezende outubro 8, 2016

      Oi Rafaela, obrigada pela visita! Sim, foi uma experiência única. Beijo grande.

  • Daniela Pesconi-Arthur outubro 7, 2016

    Polly do Ceu! Sabe que eu sempre tive vontade de fazer isso? Tenho pavor de armas, e NUNCA teria uma em casa (aqui no Reino Unido nem pode isso, e acho que soh em Londres a policia anda armada), mas tenho super vontade de aprender a atirar! Quem sabe nao procuro um Grupon por aqui tambem? Curti demais ler sua experiencia. Beijao, flor.
    Dani

    • Pollyane
      pollyanerezende outubro 7, 2016

      Oi Dani! Obrigada pela visita e pelo comentário 🙂 Pois é, menina, não achei que fosse ter essa experiência tão cedo, mas foi bom que “matei” a tiros essa vontade/curiosidade. Espero que consiga fazer o mesmo! Depois me conta o que achou. Beijo grande!