Quando, enfim, você descobre que o Azerbaijão é um país do Cáucaso, cuja capital é Baku, e que pela intrigante localização que possui vale a pena fazer uma visita, a próxima questão é: o que fazer no Azerbaijão? Há turismo além de Baku? E eu não tenho uma resposta completa para essa questão, pois não visitei o país tão bem assim, mas posso te adiantar: sim, não fique só em Baku, há passeios super legais que ficam fora da cidade e que são fáceis de serem encaixados na sua viagem.

Como vocês podem conferir no nosso roteiro pela região do Cáucaso, ficamos 3 noites em Baku durante o Ano Novo de 2017. Perdemos 1 dia por conta do atraso do voo, mas isso não atrapalhou os nossos passeios pré-organizados, pois não eram para esse dia (dica pra vida: nunca marquem um passeio importante no mesmo dia de um voo). Antes da viagem, contratei uma empresa de turismo para que nos levasse a alguns passeios pelo Azerbaijão. O primeiro passeio que fizemos foi pelos Mud Volcanoes (vulcões de lama) e Gobustan National Park (Paisagem Cultural de Arte Rupestre do Gobustão), que falarei neste artigo. Vejamos.

Mud volcanoes ou os vulcões de lama do Azerbaijão

O Azerbaijão é o “líder mundial” em vulcões de lama do mundo. Dos 800 que existem por aí, 350 se encontram em terras azeris (gentílico do Azerbaijão). Essa curiosa formação geológica é composta basicamente de sílica, possuindo também outras substâncias curativas, sendo, por isso, utilizados como spas na Rússia. Sua “função” é liberar gazes, água e óleo das profundezas da terra. Apesar de ser raro, esses vulcões podem ser imprevisíveis, lançando lama e chamas a alturas consideráveis. Saiba mais sobre os vulcões de lama aqui: Volcano Discovery.

A nossa visita aos vulcões de lama foi logo pela manhã. Os “mud volcanoes” de Gobustan que visitamos estão a 1 hora de carro de Baku. O acesso ao lugar onde fomos é livre, não há controle de portaria ou cercas. Se você souber chegar, é só parar o carro e contemplar essa criação maluca da natureza. O cenário, por mais ridículo que seja falar isso, lembra muito a lua. Estava um frio terrível, um silêncio absoluto (quebrado somente pelos próprios vulcões, que emitem um som de “pum”) e tudo era cinza. Ainda bem que temos várias fotos para mostrar, porque seria impossível descrever esse lugar. Vejam só:

Vulcões de lama no Azerbaijão

Vulcões de lama no Azerbaijão. Foto: arquivo pessoal

Vulcões de lama no Azerbaijão

Vulcões de lama no Azerbaijão. Foto: arquivo pessoal

Vulcões de lama no Azerbaijão.

Vulcões de lama. Foto: arquivo pessoal

fogo vulcao lama

Fogo no vulcão de lama. Foto: arquivo pessoal

Vulcões de lama no Azerbaijão

Vulcões de lama. Foto: arquivo pessoal

Vulcões de lama no Azerbaijão.

Vulcões de lama no Azerbaijão. Foto: arquivo pessoal

Vulcões de lama no Azerbaijão.

Vulcões de lama. Foto: arquivo pessoal

Vulcões de lama no Azerbaijão

Vulcões de lama. Foto: arquivo pessoal

Vulcões de lama no Azerbaijão.

Vulcões de lama no Azerbaijão. Foto: arquivo pessoal

Gobustan National Park (Paisagem Cultural de Arte Rupestre do Gobustão)

Perto de onde vimos os vulcões de lama, há o Gobustan (ou Qobustan), um Parque Nacional que abriga importantes registros de Arte Rupestre, além de um museu dedicado à região. Desde 2007, o lugar é Patrimônio Mundial pela Unesco. Segundo o site dessa Organização: “Gobustão abrange três áreas de um planalto de pedras rochosas levantando-se do semi-deserto do centro do Azerbaijão, com uma excelente coleção de mais de 6.000 gravuras rupestres, dando testemunho de 40.000 anos de arte rupestre. O local também apresenta vestígios de cavernas habitadas, assentamentos e enterros, tudo isso refletindo um uso humano intenso pelos habitantes da área durante o período úmido que se seguiu à última Idade do Gelo, do Paleolítico Superior até a Idade Média. O local, que abrange uma área de 537 ha, faz parte da maior reserva protegida de Gobustão”.

Nossa visita começou pelo museu que há no Parque. Pequeno, mas interessante e informativo, também indico que você dê uma parada lá antes para entender melhor o que verá em seguida. Nós estávamos com uma guia, o que achei fundamental para encontrar as artes rupestres (são muitas, mas às vezes estão escondidas) e também para ir nos explicando cada uma. Além da arte rupestre, o Parque possui uma vista magnífica da costa do Mar Cáspio e as formações rochosas do local são lindíssimas. Sem dúvidas, é um passeio que vale a pena! É impressionante ver os desenhos em rochas que já resistem há tanto tempo. Vejam pelas fotos:

museu gobustao azerbaijao

Ingresso para o museu do Gobustão. Foto: arquivo pessoal

fóssil gobustan

Réplica de esqueleto humano encontrado na região. Foto: arquivo pessoal

museu gobustan

No museu do Parque do Gobustão. Foto: arquivo pessoal

Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão.

Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão. Foto: arquivo pessoal

Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão

Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão. Foto: arquivo pessoal

Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão

Arte Rupestre no Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão. Foto: arquivo pessoal

Arte Rupestre no Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão.

Arte Rupestre no Parque Nacional do Gobustan. Foto: arquivo pessoal

Arte Rupestre no Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão.

Arte Rupestre no Parque Nacional do Gobustan. Foto: arquivo pessoal

Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão.

Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão. Foto: arquivo pessoal

Arte Rupestre no Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão

Arte Rupestre no Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão. Foto: arquivo pessoal

Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão

Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão. Foto: arquivo pessoal

Arte Rupestre no Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão

Arte Rupestre no Parque Nacional do Gobustan. Foto: arquivo pessoal

Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão. Foto: arquivo pessoal

Arte Rupestre no Parque Nacional do Gobustan. Foto: arquivo pessoal

Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão.

Parque Nacional do Gobustan. Foto: arquivo pessoal

Parque Nacional do Gobustan, Azerbaijão

Parque Nacional do Gobustan. Foto: arquivo pessoal

***

E esse foi o nosso primeiro passeio pelo Azerbaijão. Deu para ter um gostinho de muita coisa diferente que o país possui, não é? Se você também estiver pensando em conhecer a região, se prepare para ver muita coisa diferente, como essas que mostramos. E aguardem, pois ainda teremos outros posts!

Confiram todos os posts do Azerbaijão aqui!

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Comente com o WordPress