Eu costumo programar cada dia e cada atração que vamos visitar em uma viagem. Porém, sempre acontece de aparecer alguma coisa nova no meio do caminho e o Parque Cultural Garuda Wisnu Kencana, em Bali, foi uma dessas surpresas boas da viagem. O mais incrível desse lugar é que ele foi, realmente, 100% surpresa, pois eu não tinha ouvido falar nele e nem sabia o que esperar.

Visita ao Parque Garuda Wisnu

Nós havíamos combinado com o motorista de nos levar para a parte sul da ilha de Bali. Queríamos ver e aproveitar as praias e templos famosos da região. Porém, quando chegamos nas praias, não ficamos com vontade de entrar na água ou ficar por lá e pedimos ao motorista para nos levar a outro lugar ali na região e que não fosse praia. Então, ele sugeriu o Parque Garuda Wisnu e, como não tínhamos nenhuma ideia melhor ou pior, aceitamos.

o que fazer bali

Parque Cultural Garuda Wisnu Kencana, Bali. Foto: arquivo pessoal

De cara, ficamos impressionados com o tamanho e a estrutura do lugar. São 60 hectares de parque e a estrutura para o turismo é fantástica! Amplos estacionamentos, tudo bem sinalizado, ônibus que faz o shuttle interno, bilheteria, restaurantes, lojas… Nós chegamos depois do almoço e o sol estava torrando! Como eu tinha ido preparada para passar o dia na praia, já estava de chapéu e roupa fresca e ajudou muito! Na parte do templo precisamos pegar um sarong emprestado, mas sem nenhum problema.

O que fazer no Parque Garuda Wisnu

Chegamos e já fomos direto para uma apresentação de dança que começaria em alguns minutos. O anfiteatro era semi-aberto, simples, mas confortável. Não havia tantos turistas no parque, de um modo geral, especialmente quando comparamos com os outros templos de Bali, sempre abarrotados. Acho que poucos sabem da existência desse parque, o que é uma pena – e o post é para ajudar a mudar isso, né? 😀

A apresentação de dança foi bem interessante (nós já havíamos visto uma na véspera, mas vale a pena ver de novo). Se você estiver hospedado na parte sul de Bali e estiver procurando um lugar para ver as danças típicas balinesas, o Parque pode ser uma excelente opção. Toda a programação cultural do Parque você pode ver neste link.

danca balinesa

Dança balinesa. Foto: arquivo pessoal

assistir apresentacao danca bali

Grupo musical da apresentação de dança. Foto: arquivo pessoal

dança balinesa

Barong, dança balinesa. Foto: arquivo pessoal

Depois da dança, fomos para o “Lotus Pond”, ou lagoa de lótus, um dos lugares mais intrigantes e diferentes que visitamos em Bali. O lugar é imenso, todo aberto, com estruturas de pedras colossais que formam corredores. É visivelmente algo feito pelo homem, mas no momento não entendi bem o propósito, então a imaginação correu solta (Em 2011, no local, o Iron Maiden fez um show para mais de 7 mil pessoas).

passeios bali

Lotus Pond, Bali. Foto: arquivo pessoal

garuda wisnu bali

Parque Garuda Wisnu, Bali. Foto: arquivo pessoal

garuda wisnu bali

Parque Garuda Wisnu, Bali. Foto: arquivo pessoal

passeios bali

Passeando pelo Garuda Wisnu, Bali. Foto: arquivo pessoal

Na sequência, subimos uma escadaria para ver de perto a estátua de garuda (figura mitológica do Hinduísmo, mormente uma águia) e logo em seguida vimos a imensa estátua de Vishnu, de 23 m de altura. Ainda em construção no Parque Garuda Wisnu, está a nova estátua de Vishnu, que terá +/- 120 m por 64 m. O projeto ainda não pôde ser concluído por motivos financeiros.

estatua garuda

Estátua de Garuda. Foto: arquivo pessoal

estátua de vishnu

Estátua de Vishnu. Foto: arquivo pessoal

onde fica parque garuda wisnu

Vista do Parque Garuda Wisnu. Foto: arquivo pessoal

turismo bali

Vista do Parque Garuda Wisnu. Foto: arquivo pessoal

kura kura plaza parque wisnu

Kura-kura plaza, Parque Wisnu. Foto: arquivo pessoal

Kura-kura plaza, Parque Wisnu.

Kura-kura plaza, Parque Wisnu. Foto: arquivo pessoal

garuda wisnu bali

Corrimão legal no Parque Garuda Wisnu. Kura-kura plaza, Foto: arquivo pessoal

Para acessar essa parte da estátua de Vishnu é preciso estar vestido adequadamente. Nós pegamos os sarongs emprestados lá mesmo. Depois, ficamos ainda um tempo por ali admirando a bela vista do lugar, que é o mais alto do parque. Em seguida, descemos para a “Kura-Kura Plaza” e fomos embora.

***

Eu recomendo muitíssimo a visita! Olhe bem os horários das apresentações de dança e já faça o passeio completo. Se for assistir a apresentação, separe pelo menos 1h30min para ver tudo. Se não, 1h é o suficiente para dar a volta em toda a área turística do parque. Ele fica aberto todos os dias das 8h às 22h e o ingresso custa RP 110.000 (+/- R$ 25,00). Site oficial do Parque, aqui.

Veja outros posts da Indonésia aqui.

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Comente com o WordPress

  • Laylla abril 4, 2017

    Nossa que lindo. Esses posts de Bali me encantam!! Countdown

  • Nath abril 3, 2017

    Que saudade de Bali ao ler esses posts <3 Muito, muito lindo esse lugar. Queria muito ter achado ele também haha Eu adoro a dança típica deles e essas estátuas são maravilhosas.

    Beijos!

    • Pollyane
      Pollyane abril 4, 2017

      Dá saudade, né Nath? Também sinto o mesmo! haha Cada post é uma tortura! Beijo grande e obrigada pela visita.

  • Oscar abril 2, 2017

    Igualmemte me encanto el relato y las palabras que usas para describir la hernosa naturaleza. Igualmente las fotos son espectaculares e invita a pasear y conocer. Felicitaciones y Gracias por ese aporte tan lindo!

  • Larissa abril 1, 2017

    Polly, amei o post! A estátua é maravilhosa! A nova então, hein!? Parque lindooooo! Vocês dois, maravilhosos! Tudo lindo!

    • Pollyane
      Pollyane abril 2, 2017

      Oi Lari! Muito obrigada pela visita e pelo comentário 🙂 Beijo grande

  • Renata abril 1, 2017

    Que lindo! Amei!