Texto publicado originalmente no site Brasileiras pelo Mundo, onde faço uma colaboração mensal como colunista de Abu Dhabi.

***

As-Salamu Alaikum, do árabe  السلام عليكم, quer dizer “Que a paz esteja com você” e é o modo como os habitantes da Península Arábica se cumprimentam. Certamente, essa é uma das expressões mais conhecidas da língua árabe e que provavelmente você já ouviu, seguida por Insha’Allah, ou إنشا الله, que significa “Se Deus quiser”.

De acordo com o site Statista, a língua árabe é a 6ª mais falada do mundo, com mais de 300 milhões de falantes. Segundo o mesmo site, em pesquisa realizada sobre as línguas mais utilizadas na internet, o árabe ficou em 4º lugar, com 4,8%, seguida da nossa Língua Portuguesa, com 4%. Atualmente, 26 países têm o árabe como língua oficial e, o principal, ela é a língua original do Alcorão, o livro sagrado do Islamismo, a religião que mais cresce no mundo.

Com tantas estatísticas expressivas, podemos entender que a língua árabe ocupa um lugar de destaque no mundo atual. Saber inglês é fundamental, mas há outras línguas de significativas importâncias culturais e econômicas e, claro, o árabe é uma delas.

FullSizeRender (53)

Saber inglês aqui nos Emirados é fundamental; saber árabe é um super bônus que te abrirá inúmeras portas. Foto: Grand Mosque, em Abu Dhabi. Arquivo pessoal.

Nunca cogitei, em toda a minha vida, estudar árabe. Jamais imaginei morar em um país árabe, para início de conversa, mas aí reside a pegadinha desse mundo moderno: quem pode ditar e garantir o amanhã? E aqui estou, há 1 ano morando no deserto, cujo país tem como língua e religião oficial o árabe e o Islamismo.

Adquirir a fluência no idioma árabe, sendo nativos da língua portuguesa, é uma conquista para poucos. Pessoalmente, só sei de casos assim de indivíduos brasileiros de origem árabe, criados em ambientes onde a língua era amplamente utilizada. Já que essa não é a minha realidade, procurei um curso de árabe para “compreender” o idioma, mais do que “dominá-lo”. Sejamos realistas, não é mesmo?

***

Quer ler mais? Então clique aqui e veja o conteúdo completo no site Brasileiras pelo Mundo!

 

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Comente com o WordPress

  • […] SUCCEED – O que parecia menos provável da lista acabou acontecendo: me inscrevi no árabe e, em 2016, cursei 2 níveis da língua. Já estou matriculada para o próximo nível, agora em março de 2017. Já consigo me comunicar no idioma? Claro que não, mas já compreendo algumas palavras e frases e talvez consiga manter um diálogo rápido. Escrevi sobre o assunto para o Brasileiras pelo Mundo, vocês podem ver aqui. […]