Texto publicado originalmente no site Brasileiras pelo Mundo, onde faço uma colaboração mensal como colunista de Abu Dhabi.

***

Faz parte do processo de adaptação a um novo país conhecer sua história e a origem de seu povo. Precisamos conhecer os seus heróis, saber quem pisou no solo que hoje pisamos, conhecer o passado para compreender e se conectar ao presente. Hoje, os Emirados Árabes Unidos, como um país, completam 45 anos. Uma nação que ainda não alcançou a meia idade, mas que já é o 7º mais rico do mundo, segundo a Global Finance.

O grande divisor de águas, ou de areias, na história do país foi a exploração do petróleo, na década de 60. Sobre esse assunto, já temos um artigo aqui no BPM: Abu Dhabi – Nem só de petróleo. Mas nem sempre foi assim.

Os Emirados Árabes das pérolas

A posição estratégica dos Emirados Árabes entre a Europa e o Oriente fez da região um importante ponto de comércio durante muitos séculos, atraindo interesse de alguns povos, onde destacamos os portugueses, holandeses e britânicos. Depois de ser palco de sangrentas disputas na sua costa desde o século XVI, foi somente em 1820 que os governantes locais e os britânicos assinaram um acordo chamado “Estados da Trégua”. Em 1892, outro acordo firmado entre os “Estados Truciais” e a Grã-Bretanha dá ao Reino Unido o controle sobre os assuntos externos (proteção da costa contra eventuais ataques), e a cada emirado o controle sobre os assuntos internos.

Dessa forma, protegida pelos britânicos, a indústria de pérolas prosperou durante os séculos XIX e XX e foi a grande fonte de renda da região, até que entrou em declínio com a Primeira Guerra Mundial, a depressão econômica da década de 20 e, finalmente, a desleal concorrência das pérolas cultivadas no Japão. Após a Segunda Guerra Mundial, o comércio de pérolas desapareceu, deixando o país em severas restrições econômicas.

No vídeo abaixo (em inglês, com legenda em inglês), vemos um pouco da história do país, contada a uma criança pelo seu pai. O vídeo ilustra bem o sentimento que os nacionais possuem de sua história: orgulho, paixão e encantamento.

***

Quer ler mais? Então clique aqui e veja o conteúdo completo no site Brasileiras pelo Mundo!

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Comente com o WordPress

  • […] país, antes mesmo da descoberta do petróleo. Sobre o assunto, já fiz um artigo que vocês podem conferir aqui. Portanto, levar uma pérola de Abu Dhabi é um presente meigo, encantador e cheio de valor […]

  • Stephanie Vasques dezembro 29, 2016

    Adorei o artigo! Não conhecia muito sobre a história do país (fora daquelas coisas que aprendemos na aula na época do colégio), e achei bem interessante e inspirador a forma de como eles conseguiram evoluir tanto em tão pouco tempo. Apesar de alguns pontos negativos (xô calor), tem uma cultura riquíssima e é um exemplo pra todas as outras nações!

    Com amor,
    Steph • Não é Berlim

    • Pollyane
      Pollyane dezembro 29, 2016

      Oi Steph! Obrigada pela visita e pelo comentário. Concordo com vc, acho que os Emirados são um exemplo de força e determinação. Beijo grande!