08 de setembro de 2016

Brasilidade nossa de cada dia

Ai, essa nossa brasilidade… Ontem foi 7 de setembro, dia que comemoramos a Independência do Brasil. Aqui nos Emirados Árabes essa data não tem qualquer importância; no Brasil, as pessoas aproveitam o feriado para atividades de lazer e, em alguns casos, desenvolver o lado cívico, em desfiles ou protestos.

A ocorrência da data comemorativa neste ano me fez refletir um bocado – de vez em quando bate essa nostalgia com pensamentos aleatórios sobre ser brasileira morando fora do Brasil. E, entre tantas coisas que me surgiram, uma se fez destacar e quis vir aqui compartilhar com vocês: a pátria que une os seus filhos expatriados.

brasileiros-espanha

Na nossa casa em Madrid. Foto: arquivo pessoal

Antes mesmo de me mudar para Abu Dhabi, procurei o grupo de brasileiros no Facebook. Por lá, obtive informações que me ajudaram a escolher o lugar onde moro, a escolher o supermercado, a trazer o meu cachorro para o país… Ajudas não faltavam! A cidade ou o estado que nascemos, o time de futebol que torcemos, o político que votamos ou a religião que seguimos não fazia qualquer diferença – éramos brasileiros, filhos da mesma terra, sofrendo as mesmas saudades e angústias pela distância.

Em especial, uma brasileira me ajudou muito. Acabamos chegando no país juntas: eu pela primeira vez, ela voltando de férias. Tivemos uma afinidade imediata e mal consigo expressar a minha gratidão por tantas ajudas e pela preciosa companhia naqueles primeiros dias em país estranho de clima adverso. Obrigada, Flávia!

brasileiras-abu-dhabi

Encontrinho das meninas em Abu Dhabi. Foto: arquivo pessoal

E foi nesta mesma data comemorativa ano passado, o 7 de setembro, que mais uma vez a pátria reuniu seus filhos em seu nome. Houve um encontro de brasileiros em um estabelecimento de outra compatriota, com comidas e decoração típicas. Nesse dia, conheci várias pessoas, algumas das quais hoje são parte do meu dia a dia aqui, praticamente uma nova família que fizemos em Abu Dhabi.

Uma família formada pela comunhão de um coração pintado de verde e amarelo, que pulsa ao som de samba. Uma família que ama, cuida e torce uns pelos outros.

Somos unidas pelo passaporte e pela língua, porém divididas pelo sotaque. Aprendemos sobre o nosso país constantemente umas com as outras. E quando contamos sobre a nossa infância, não temos problema em dizer sobre a fantasia brega de festa junina que usamos, pois todas sabem o que isso significa. E por que não fazer uma festa junina aqui mesmo, em Abu Dhabi?

Procuramos nos encontrar sempre. Manter viva essa amizade e companheirismo que implicam não somente em vida social, mas resgatam constantemente aquilo que somos em nossa essência: brasileiros. Juntos, comemos pão de queijo, moqueca de peixe (desastrosa), brigadeiros e coxinhas. Cantamos às crianças as músicas que ouvimos de nossos pais. Falamos em português alto e ao mesmo tempo, do mesmo jeito que aprendemos em nosso país de pessoas espalhafatosas.

Sou grata à patria amada que me dá irmãos em todo canto! É de uma alegria difícil de descrever poder contar com outros compatriotas fora de seu país. De poder falar dos nossos pratos típicos, das nossas músicas e belezas naturais sabendo que o outro comunga dos mesmos sentimentos.

brasileiras-madrid

Em Madrid. Foto: arquivo pessoal

E fica aqui o meu sincero e profundo agradecimento a todos os brasileiros maravilhosos que já conheci fora do Brasil, em Madrid e em Abu Dhabi. Obrigada por todos os momentos de alegria que tivemos juntos, por terem aberto a porta das suas casas (e geladeiras) inúmeras vezes, obrigada por terem sido um pedacinho de pátria longe dela. À tantos brasileiros expatriados que me acompanham, parabenizo pela força e coragem de estarem longe do nosso país e desejo que tenham sempre esse coração cheio de simpatia e alegria para espalhar aonde quer que estejam.

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Comente com o WordPress

  • Pollyane
    Pollyane Martins outubro 15, 2016

    Puxa, que bom que você gostaram! Nós é que agradecemos a companhia <3 Tomara que ano que vem possamos fazer novamente 😀 Beijo grande

  • Pollyane
    pollyanerezende setembro 8, 2016

    Obrigada, Fla! Eu é que preciso agradecer por tudo que fez por mim aqui 🙂 #voltaflavia

  • Natacia Lima setembro 8, 2016

    Essa postagem foi emociante. Eu agradeço aos irmãos brasileiros por te acolherem!