21 de dezembro de 2017

Dicas de transportes na Tailândia

Planejando meu roteiro pela Tailândia e conversando com outros viajantes que estão indo para lá, notei que uma das maiores dúvidas é em relação aos transportes dentro do país, já que é um destino em que você dificilmente ficará em apenas uma cidade. No nosso caso, passamos por 5 cidades na Tailândia e 1 no Camboja, um roteiro que incluiu voos, ônibus, Uber, tuk-tuk, táxi… Fui anotando todas as informações relevantes durante a viagem e agora compartilho com vocês! Espero que ajude.

avião nokair

Não voamos de NokAir, mas olhem só que divertido esse avião no aeroporto em Bangkok. Foto: arquivo pessoal

Tailândia: voos de ida e volta

Moramos em Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos, que possui voo direto para Bangkok com duração de pouco mais de 6h. Porém, esse não costuma ser o voo mais barato, então optamos por pegar um mais em conta, que fazia escala em Colombo, capital do Sri Lanka, com a companhia SriLankan Airlines. Se você está partindo do Brasil, também terá que fazer escala em algum lugar, no mínimo uma, que pode ser aqui no Oriente Médio. Os valores, mesmo aqui sendo mais perto, não são tão diferentes assim, devido às taxas cobradas nos aeroportos.

Pois, então, optamos pelo menor valor e abrimos mão do voo direto, o que nem foi tanto problema, porque a escala em Colombo era curta. O aeroporto de lá, especialmente a área que ficamos no trecho da volta, não tinha muita estrutura. Por isso, se a sua escala for longa, eu te aconselharia a reavaliar se vale a pena comprar essa passagem. Sobre os voos em si, foram tranquilos. Pontuais, avião limpinho, comissárias muito atenciosas e a comida era boa (me serviram a opção vegetariana certinho!). Nossa experiência com a SriLankan Airlines foi positiva e eu com certeza voaria com eles novamente.

saída de emergencia assento voo

Vantagens de se reservar assento antecipadamente: escolher os melhores na saída de emergência. Foto: arquivo pessoal

cardápio srilankan airlines como é voar

Cardápio da classe econômica da SriLankan Airlines. Foto: aquivo pessoal

Voos internos na Tailândia

Nos voos domésticos na Tailândia, optamos por escolher apenas 1 cia aérea, a AirAsia. Os motivos foram: vi ótimos relatos sobre a cia, que quase não apresenta atrasos e os aviões são bons; se comprássemos todos os voos da mesma cia, poderíamos comprar a mesma franquia de bagagem em todos os trechos, sem a preocupação de ter que pesar mala todas as vezes; por fim, os preços da AirAsia eram muito similares aos das outras cias aéreas. Todos os trechos que fizemos foram com voos diretos.

Compramos todos os voos com mais de 2 meses de antecedência pelo site da AirAsia mesmo, utilizando cartão de crédito (vi algumas pessoas relatando que não conseguiam comprar, talvez porque o seu banco não esteja autorizando). Uma coisa que ajudou foi baixar o app da AirAsia no celular e fazer os check-in antecipadamente e, ao chegar nos aeroportos, usar o código de barras para imprimir o cartão de embarque e despachar as malas. Atenção: se você vai despachar mala, é muito melhor já comprar a franquia antecipadamente, pois é mais barato e prático.

A nossa experiência voando de AirAsia foi super positiva, inclusive, mudaram o horário de um dos nossos voos e mandaram um email avisando. Tínhamos a opção de desistir e deixar como crédito na companhia ou escolher outro voo, do mesmo trecho, no mesmo dia. Optamos por essa segunda opção – o que no final foi mais vantajoso, pois queríamos mesmo um voo mais cedo. Enviei um email relatando o nosso pedido e logo enviaram os novos bilhetes.

Acho que por termos comprado antecipadamente ou por termos feito o web check-in, ganhávamos uma refeição em todos os voos. Era sempre arroz com frango e água como bebida. Marido não achou dos melhores, mas serve de quebra-galho em momentos de fome. Se quiser, pode comprar comidas e bebidas durante o voo também.Os trechos que fizemos com a AirAsia foram:

  • Bangkok – Chiang Rai
  • Chiang Mai – Krabi
  • Phuket – Siem Reap
  • Siem Reap – Bangkok

De Chiang Rai a Chiang Mai

Entre as duas principais cidades do norte da Tailândia, Chiang Rai e Chiang Mai, optamos por pegar um ônibus da companhia Greenbus Thailand. Compramos com 1 mês de antecedência, quando percebi que o ônibus que queria pegar, de uma classe melhor, já não tinha mais vagas. Fizemos tudo pelo site deles e também não tivemos problema. Salvamos o bilhete, imprimimos e apresentamos no dia. Se não conseguirem comprar pelo site deles, recomendo o 12Go Asia.

A nossa viagem foi tranquila, não houve atraso e foi uma ótima economia, pois se tivéssemos ido de táxi teria saído muito mais caro. O ônibus era confortável, limpo e em excelentes condições. Foi uma ótima experiência e definitivamente recomendo, especialmente para esse mesmo trecho.

transporte na tailândia chiang rai a chiang mai

Greenbus entre Chiang Rai e Chiang Mai. Foto: arquivo pessoal

chiang rai a chiang mai transporte ônibus

No ônibus indo de Chiang Rai a Chiang Mai. Foto: arquivo pessoal

De Krabi a Phuket

Para fazer esse trecho, optamos por pegar um táxi, pois o deslocamento por ferry boat ou van demorariam muito e perderíamos o nosso único dia em Phuket. Sabemos que não foi a opção mais econômica (ficou 2900 baht o táxi privado), mas foi muuuito prático. Fechamos o transporte 2 dias antes pelo site Krabi Transfers e pontualmente o taxista estava lá nos esperando, com um carro ótimo, com ar condicionado e em boas condições. A empresa do táxi era a Andaman Taxis e o motorista dirigia com muita prudência. Ele nos buscou no nosso hotel em Krabi e nos levou até o hotel em Phuket Town, em uma viagem que durou umas 3h. Valeu muito a pena pela praticidade e conforto.

transporte tailândia krabi a phuket táxi

Táxi entre Krabi e Phuket Town. Foto: arquivo pessoal

Transfers dos aeroportos

Uma preocupação comum de quem viaja é: como sair do aeroporto e ir para o hotel? De preferência que não custe o rim esquerdo e não seja uma furada. Bom, há várias maneiras eficientes e econômicas de se fazer isso, mas vou falar como fizemos – lembrando que a nossa prioridade era: não precisa ser luxuoso, mas também não quero que seja sofrido.

Bangkok:

Do Aeroporto Internacional de Bangkok (Suvarnabhumi) ao nosso hotel na parte antiga da cidade, contratamos antecipadamente o transfer pelo Viator. Ficou 15 dólares por pessoa. Correu tudo bem e, apesar de eles nos terem feito esperar uns 40 min por outro casal que também pegaria a van conosco, foi tudo certo. Pelo menos tivemos tempo, enquanto esperávamos, de trocar dinheiro no aeroporto e comprar o chip. Da parte antiga de Bangkok para o aeroporto Don Mueang, fomos de Uber, que custou uns 350 baht.

transporte transfer aeroporto bangkok

Na van que nos buscou no aeroporto de Bangkok. Foto: arquivo pessoal

No nosso segundo round em Bangkok, para sair do Aeroporto Internacional (Suvarnabhumi) até nosso hotel em Pathum Wan, chamamos um Uber e ficou uns 500 baht, numa viagem que durou 1h, devido ao trânsito caótico do horário em Bangkok. Foi bastante estressante pegar um Uber no aeroporto, pois, como vocês podem imaginar, encontrar um carro no caos do aeroporto, onde eles não podem parar em qualquer lugar, é bem complicado. Na volta para o mesmo aeroporto, pegamos um táxi azul que o hotel chamou e ficou 260 baht + 25 baht do pedágio (com taxímetro ligado).

Chiang Rai:

Combinei o transfer do aeroporto com o hotel em Chiang Rai, que nos custou 200 baht o carro privado.

transporte táxi chiang rai

Se precisar de um táxi em Chiang Rai, ligue no Taxi Call Center. Foto: arquivo pessoal

chiang rai táxi transfer aeroporto transporte

Pausa para o protetor de assento do táxi que nos buscou no aeroporto de Chiang Rai. Foto: arquivo pessoal

Chiang Mai:

Fomos do nosso hotel, na parte murada da cidade, até o aeroporto de Uber, que custou uns 70 baht (era muito perto também, não foram 10 min de trajeto).

Krabi:

Combinamos o transfer do aeroporto de Krabi com o nosso hotel. Foram 800 baht o carro privado, que tinha até água e toalhinha gelada refrescante. Foram uns 45 min de trajeto, por isso nem achei o preço tão exorbitante.

Phuket:

Do nosso hotel em Phuket Town até o aeroporto foram uns 700 baht (porque era de madrugada). Combinamos o transporte com o hotel, que se prontificou a combinar com o táxi para nos buscar no horário combinado.

***

Do jeito que fizemos com os transfers, mesmo que não tenham sido às vezes a opção mais barata, também não passamos nenhum apuro ou raiva. O pior foi ter que achar o Uber em Bangkok; nos demais, foi muito tranquilo. Se puder, combine o transfer do aeroporto para o hotel com o hotel mesmo, facilita muito a vida! Na ida para o aeroporto, Uber se saiu uma excelente opção, já que nem sempre dá para confiar nos táxis.

Espero que tenham aproveitado as dicas e fiquem de olho, ainda virão muitos outros posts sobre a Tailândia!

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Comente com o WordPress