Hoje o post é muito especial: vou contar como foi a nossa experiência no cruzeiro que fizemos pelo Rio Nilo, no Egito, em dezembro de 2016. Como o assunto é extenso, e eu não me contenho nos detalhes e nas fotos, vou dividir em partes I (o cruzeiro em si) e II (os templos que visitamos). Mais artigos sobre essa viagem você pode ver aqui.

Cruzeiro pelo Rio Nilo – Vale a pena fazer?

Logo que comecei as pesquisas sobre o Egito, decidi que teríamos que fazer o cruzeiro pelo Nilo. Os relatos eram sempre positivos e se encaixaria bem no nosso roteiro pelo país. Grifo: no nosso roteiro. Para ter essa experiência navegando dia e noite pelo Nilo, você precisa ter em mente que terá que se deslocar até Aswan ou Luxor e ter, pelo menos, 3 noites disponíveis para o passeio. Nós dispúnhamos de 10 noites no Egito no total, portanto, era possível. Se você tem pouco tempo no país, melhor pensar em outra programação.

cruzeiro rio nilo egito

Cruzeiro no Nilo, Egito. Foto: arquivo pessoal

Não li nenhum artigo que desaconselhasse totalmente o passeio, mas algo que não pode ser ignorado é o tipo de embarcação que você vai escolher. Escolha uma empresa de turismo séria, um barco bem recomendado, e metade dos seus problemas estarão resolvidos – a outra metade você entrega para Deus, porque em se tratando de egípcios, tudo é possível!

Para o nosso grupo foi uma experiência super válida, que valeu muito a pena, e que recomendaríamos a qualquer pessoa! Tomamos os devidos cuidados pré-viagem e tudo correu bem. O passeio em si é único, muito lindo e muito agradável. Tenho certeza que não há nada que se compare no mundo! Portanto, caso você esteja cogitando uma viagem ao Egito e que dê para encaixar o cruzeiro, pode ir sem medo que a experiência será sensacional.

Princess Sarah 2 – O nosso cruzeiro no Nilo

Deixamos por conta da empresa de turismo que contratamos para cuidar do agendamento do cruzeiro. Eles nos sugeriram 2 opções, e o melhor custo x benefício era o Princess Sarah 2. Antes de fechar, investigamos o site da empresa do cruzeiro, vimos fotos das cabines e das áreas comuns. Felizmente, ao vivo, tudo era conforme havíamos visto e tínhamos sido informados. O barco era confortável, espaçoso, bonito por dentro, os funcionários eram gentis e a comida estava boa. Acho importante frisar algo aqui: não é excelente, é bom.

Caso o seu cruzeiro seja esse, fique tranquilo. Caso seja outro, também te aconselho a investigar ao máximo no site da empresa e em depoimentos sinceros de outros viajantes antes de bater o martelo.

cruzeiro nilo qual escolher

Corredor dos quartos do cruzeiro. Foto: arquivo pessoal

cruzeiro rio nilo egito sarah 2

Interior do cruzeiro Sarah II. Foto: arquivo pessoal

quarto cruzeiro nilo egito

Da janela do nosso quarto no cruzeiro. Foto: arquivo pessoal

Nosso barco saiu de Aswan em direção a Luxor. Dormimos nele por 3 noites e fizemos todas as refeições lá também. O nosso guia nos acompanhou durante todo o cruzeiro e, quando descíamos para ver alguma atração, ele estava à nossa espera para nos acompanhar. Quando fechamos o pacote com a empresa de turismo, já foi incluída a hospedagem e alimentação do guia. Acho que sempre é assim, pois vi que todos os grupos tinham seus próprios guias. (Caso alguém tenha tido uma experiência diferente, deixe nos comentários!).

Importante: algo que você não pode ignorar é o dia exato em que o cruzeiro começa. No nosso caso, como deixamos tudo por conta de uma agência de turismo, eles mesmos sabiam quando iniciaria o cruzeiro e quando teríamos que estar no local de onde ele partiria. É preciso saber a data certa de partida e de chegada para que você organize o transporte e os outros hotéis antes e depois do cruzeiro. Quando fomos, em dezembro, os barcos partiam apenas alguns dias por semana, então é melhor ver primeiro as datas do cruzeiro e depois do restante da sua viagem. Em resumo: ao planejar o seu roteiro pelo Egito, organize primeiro o cruzeiro e depois o restante.

Refeições e atrações no cruzeiro

Todas as refeições que fizemos no cruzeiro estavam boas. A variedade era suficiente, inclusive para vegetarianos, e o serviço era excelente! Sobre isso, não temos do que reclamar. Porém, não posso deixar de citar que, logo após que deixamos o cruzeiro e embarcamos pra Hurghada, tivemos diarreia e outros sintomas ligados à intoxicação alimentar. Não posso afirmar que foi a comida ou a água do cruzeiro, mas o fato é que havíamos passado os últimos 3 dias embarcados, então a contaminação só pode ter vindo de lá. E o que você pode fazer a respeito? Bom, não deixe de comer, obviamente, mas opte por comidas quentes, peça bebidas sem gelo e escove os dentes com água mineral. E, claro, leve um remédio para diarreia, just in case.

fazer cruzeiro rio nilo egito

Jantar no cruzeiro. Foto: arquivo pessoal

O cruzeiro conta com um bar onde é vendido álcool. As outras bebidas das refeições foram pagas à parte. No cruzeiro, ao invés de dar gorjeta após cada serviço oferecido, coloca-se o valor total em um envelope que é devolvido no final da viagem. Assim, os tripulantes podem dividir entre eles, inclusive com aqueles que não vemos, como o pessoal da cozinha e da limpeza.

Na primeira noite no cruzeiro teve uma apresentação de dança do ventre. Na segunda, a minha favorita, foi uma festa egípcia. Aproveitamos a parada em Kom Ombo e compramos roupas típicas (também havia disponível para venda dentro do cruzeiro). Nos “fantasiamos” e aproveitamos muito a noite, dançando músicas egípcias e tomando uns bons drinques. Acho que foi a noite mais divertida de toda a viagem! No nosso cruzeiro, 90% eram chineses, os outros 10% eram nós 4 de brasileiros e a tripulação. A chinesada fez a festa e fez também trenzinho. Teve dança da cadeira, macarena… Não faltou nada! Creio que todo cruzeiro tenha essa noite “egípcia”, então prepare o seu kajal, compre a roupa típica e caia na dança também, é meio brega, mas ainda assim muito divertido!

fantasia egípcia

Fazendo “a egípcia” no cruzeiro. Foto: arquivo pessoal

festa egípcia cruzeiro

Brasileirada fantasiada de egípcios. Foto: arquivo pessoal

Há uma piscina no convés do cruzeiro, mas não vi ninguém entrando, pois estava FRIO! A qualquer momento, poderíamos subir até lá e admirar a vista das margens do Nilo. Embora todo quarto tivesse uma ampla porta com vista externa, nada se compara a ir ao convés e ter uma vista 360º do rio e sua margem. Assistir ao pôr do sol de lá também é imperdível!

cruzeiro rio nilo

Chá da tarde no convés do cruzeiro. Foto: arquivo pessoal

cruzeiro sarah ii nilo

Convés do cruzeiro e piscina. Foto: arquivo pessoal

margem do rio nilo egito

Vista para a margem do Rio Nilo. Foto: arquivo pessoal

pôr do sol egito rio nilo

Pôr do sol no Nilo. Foto: arquivo pessoal

pôr do sol rio nilo egito cruzeiro

Pôr do sol no Rio Nilo, Egito. Foto: arquivo pessoal

No cruzeiro de 3 noites não há muito tempo “livre” no barco. No máximo algumas horas onde descansávamos entre um templo e outro. Enquanto estávamos ancorados em Aswan e Luxor, ficávamos na cidade. Por isso, na minha opinião, a estrutura que o barco oferece é suficiente para o tempo que permanecemos nele.

No próximo post, falaremos sobre os templos que vimos durante o cruzeiro. Não percam!

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Comente com o WordPress

  • […] experiência de navegar pelo Nilo já é maravilhosa por si só. Mas o ponto alto é ir parando nos templos à beira do famoso rio. […]

  • Renata Suzart maio 25, 2017

    Adoreeeei esse post!!! E o traje de vocês está fantástico!!!!! :))))

    • Pollyane
      Pollyane maio 25, 2017

      Obrigada!!! Conto com o dia em que verei vocês nesses trajes também! hehe. Beijo e obrigada pela visita