Ontem foi publicado o nosso artigo para o Brasileiras pelo Mundo com a entrevista da querida Juliana Cândida, professora de Jiu Jitsu em Abu Dhabi.

Hoje, divulgo a vocês a entrevista que fiz com a Silvana Abreu (Equipe Rafael Carino – Nova União), também professora de Jiu Jitsu aqui na cidade e que possui mais de 20 anos de história com esse esporte!

Foto: BJJ Heroes

1 – Onde você morava antes de vir para AD? Está nos Emirados há quanto tempo? Veio sozinha ou acompanhada? 

Estava no Rio de Janeiro –  Brasil. Estou morando há quase 2 anos em AD. Vim para ser coach de Jiu Jitsu. E sim, vim sozinha.

2 – Gosta de viver aqui? Do que mais gosta e do que menos gosta?

Adoro AD! Sua cultura é bem interessante e os lugares são maravilhosos. Não gosto do trânsito, acho muito louco. 

3 – E a vida profissional? Como é o mercado de trabalho?

Como no país existe o projeto de Jiu Jitsu Para Todos, o mercado é bem expansivo.

4 – Como sua profissão é vista aqui? É valorizada? É mais ou menos valorizada que no Brasil?

Muito mais valorizada do que em qualquer lugar do mundo. Aqui o apoio é total ao Jiu Jitsu.

5 – Sente ou já sentiu algum preconceito por ser mulher na sua profissão no Brasil ou aqui?

Ainda não passei por isso, pelo menos no Jiu Jitsu sempre fui respeitada, sempre dei aulas para homens ou até mesmo mais graduados que eu.

6 – Há alguma diferença no modo como trabalhava no Brasil e trabalha aqui? Quais? 

Existe. Aqui temos que seguir o plano de aula, o projeto que foi muito bem elaborado para o país.

7 – Existe alguma relação com profissionais da mesma área de outras nacionalidades? 

Muito pouco, devido à preferência por somente brasileiros nessa área.

8 – Como é o relacionamento com seus alunos? Possui alunos de ambos os sexos?

Como o país é muçulmano, seguimos as leis deles e damos aula somente para mulheres.

9 – Já pensou em mudar de país ou voltar para o Brasil? O que te fez mudar de ideia? O que te prende aqui?

Pretendo voltar sim ao Brasil, só vim mesmo a trabalho e disseminar o Jiu Jitsu aqui por um tempo.

10 – Tem algum plano ou ideia de quanto tempo ficará nos Emirados?

Ainda não, acabei de chegar. Então por enquanto vou ficando e vendo as condições impostas durante o período de trabalho.

11 – Você sente que será mais valorizada profissionalmente se voltar ao Brasil?

Infelizmente não. Continuará a mesma coisa. Aqui sempre será melhor valorizado.

12 – Você recomenda a outras pessoas da sua profissão que venham para AD?

Sim, no momento de crise do Brasil, eu vejo como a melhor oportunidade do Jiu Jitsu.

13 – Gostaria de compartilhar mais alguma coisa?

Que aqui é o melhor lugar profissionalmente para se trabalhar com Jiu Jitsu.

Obrigada, Silvana! Obrigada, Juliana! E, mais uma vez, muito obrigada a todas as meninas do Jiu Jitsu em Abu Dhabi e no mundo! Admiro muito o trabalho de vocês 🙂

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Comente com o WordPress

  • […] Entrevistas com professoras de jiu-jitsu: Juliana Cândida e Silvana Abreu; […]