Há 1 ano, estávamos nos Estados Unidos, visitando familiares e também a capital do país, que ainda não conhecíamos. Washington D.C. nos surpreendeu muito: uma cidade muito bonita, limpa, organizada e agradável de morar e passear. Fomos no final do inverno/começo da primavera, com dias de frio ameno, ideal para turistar pela cidade sem ficar esgotado pelo calor, ou atolado na neve.

O nosso primeiro passeio turístico em Washington foi o Cemitério Nacional de Arlington, durante uma manhã cinzenta de sábado. Arlington, na verdade, é uma cidade na Virgínia, estado vizinho a D.C. Apesar de falarmos que é outra cidade, em outro estado, a distância à capital americana é apenas a da ponte “Arlington Memorial”, no Rio Potomac. Inclusive, se a ideia de visitar um cemitério não te agrada (o que eu vou tentar te convencer o contrário neste artigo), saiba que a vista de Washington a partir de lá é incrível!

washington cemiterio arlington

Vista do “National Mall” a partir de colina no Cemitério de Arlington. Foto: arquivo pessoal

Sobre o Cemitério Nacional de Arlington

O Cemitério Nacional de Arlington é o mais conhecido e tradicional cemitério militar dos EUA. Lá estão enterradas mais de 400 mil pessoas, entre veteranos de cada uma das guerras travadas pelo país, pessoas importantes para a história americana e ex-presidentes. O cemitério, que tem uma área de 253 ha, foi fundado no antigo terreno de Arlington House, o palácio da família da esposa do comandante das forças confederadas da Guerra Civil Americana, General Robert Lee, Mary Anna Lee, descendente da mulher de George Washington, primeiro Presidente dos Estados Unidos (via Wikipedia).

onde fica cemitério arlington

Localização do Cemitério de Arlington. Fonte: Google Maps

Visita ao Cemitério de Arlington

O Cemitério é aberto ao público todos os dias, das 8h às 17h (por favor, confira essa informação antes de planejar sua visita). A entrada é gratuita e o acesso é super fácil utilizando transportes públicos. O que você deve ter em mente é o clima, pois o lugar é praticamente 100% a céu aberto e se estiver chovendo, nevando ou com sol forte, pode ser uma má ideia. Outro fator a ser considerado (eu sei, vai parecer besteira) é o seu condicionamento físico. O cemitério é imenso e em uma região cheia de morros. No dia, andei tranquilamente, mas depois senti a panturrilha doendo por 3 dias seguidos sedentária.

cemitério de arlington estados unidos

Na entrada do Cemitério de Arlington. Foto: arquivo pessoal

Visitas a cemitérios não são exatamente alegres, por motivos óbvios, mas podem ser uma grande aula de História e cultura local. Além disso, são cenários fantásticos aos amantes da fotografia e já para os amantes do silêncio, como eu, é um lugar perfeito. Eu gosto de cemitérios, confesso. O Cemitério de Arlington é um importante ponto turístico da região. Não só para estrangeiros, como nós éramos, mas também para os americanos, que vão ao lugar prestar homenagens a seus entes queridos, ou mesmo desconhecidos, que lutaram pelo país em guerras diversas. É um lugar muito bonito, mas acima de tudo é um lugar de grandes histórias e emoções.

Ao visitarmos um cemitério, é bom termos o cuidado com o nosso comportamento (poses para fotos, atitudes, tom de voz…). Precisamos lembrar que, se para nós é um passeio turísticos, para muitos é uma visita ao túmulo de alguém querido. Um exercício rápido de se colocar no lugar do outro já te dá uma ideia de como se comportar, não é mesmo? Enfim, quis reforçar esse recado aqui no blog, mas o próprio cemitério já disponibiliza placas pedindo respeito e silêncio em sua propriedade, especialmente perto de lugares que atraem mais turistas, como o túmulo dos Kennedy.

Cemitério de Arlington o que fazer em washington

Cemitério de Arlington. Foto: arquivo pessoal

turismo washington

Cemitério de Arlington. Foto: arquivo pessoal

turismo cemitério

Cemitério de Arlington. Foto: arquivo pessoal

dicas washington

Cemitério de Arlington. Foto: arquivo pessoal

cemitério soldados eua

Cemitério de Arlington. Foto: arquivo pessoal

cemitério washington

Foto: arquivo pessoal

túmulos cemitério

Foto: arquivo pessoal

O que ver no Cemitério de Arlington

Uma infinidade de lápides, todas iguais, perfeitamente organizadas em fileiras simétricas, é o cenário mais comum do Cemitério de Arlington. Ao todo, o cemitério é dividido em 70 seções, com túmulos que possuem algo em comum. Alguns sítios são mais “famosos” (porque eu não quero dizer importantes) que outros, como o dos Kennedy (com a Chama Eterna, acesa por Jacqueline Kennedy, esposa de John F. Kennedy, no ano de sua morte, em 1963); do Soldado Desconhecido (Unknown Soldier), que guarda restos mortais de soldados de algumas guerras e representa todos os soldados que nunca voltaram para casa (veja também sobre a troca de guarda desse monumento, é bem interessante); e de outras personalidades da História Americana.

Você pode fazer o tour pelo cemitério a pé, por conta própria, ou pagar pelo tour no ônibus, que para apenas nos principais pontos do Cemitério. Nós fomos a pé, mas não seguimos nenhum roteiro (erro!) e acabamos não vendo algumas coisas. Um lugar que achei interessante lá dentro é a Arlington House, que fica no topo de um morro. A casa, cujo início de sua construção data de 1802, funciona como um museu, com os cômodos mantidos como eram à época de sua utilização.

arlington house cemitério

Dentro da Arlington House. Foto: arquivo pessoal

arlington house cemitério washington

Interior da Arlington House. Foto: arquivo pessoal

Eu e marido gostamos muito desse passeio. Se soubesse antes que seria tão interessante, teria programado de pegar o ônibus e fazer o tour completo, com explicações mais precisas e uma “caroninha” que teria nos ajudado a ver mais do Cemitério. Se você gosta de cemitérios, de História, de Fotografia e de lugares tranquilos, com certeza deve incluir o Cemitério de Arlington na sua sua visita à Washington D.C. Aproveite as dicas e bom passeio!

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Comente com o WordPress

  • […] travadas pelo país, pessoas importantes para a história americana e ex-presidentes. Já temos um post completo sobre a nossa visita a esse […]

  • Mariza março 6, 2017

    Interessante… Passei um dia em Washington… Muito pouco para visitar um Cemitério, mesmo sendo um ponto turístico. Vc me conhece.. RS. Valeu a dica … Muito interessante o post e as dicas. Um olhar diferente. Bjo.

    • Pollyane
      Pollyane março 6, 2017

      Ah, sim, Mariza, em uma dia só na capital americana é difícil conseguir incluir o Arlington. A não ser que você faça muita questão – o que, te conhecendo, duvido. Hehe. Obrigada pela visita! Beijo!

  • Márcia março 6, 2017

    Eu particularmente gosto de visitar cemitério, algumas pessoas se espantam quando me ouvem falar isso. Mas é um lugar onde o silêncio reina, propício à reflexão sobre o quanto a vida é breve e independente o que possuímos e somos todos estaremos lá um dia… com certeza se eu for em Washington vou visitar seguindo sua dica do uso do ônibus para não perder nenhum ponto importante.

    • Pollyane
      Pollyane março 6, 2017

      Oi Márcia, muito obrigada pelo comentário e pela visita. Concordo com o que você disse sobre o silêncio propiciar a reflexão, é uma pena que nem todos conseguem ver dessa forma. Sobre a dica do ônibus, é boa mesmo! Espero que um dia consiga visitar. Beijo grande.