Hurghada foi a nossa última parada no Egito antes de irmos para a Jordânia, durante a viagem que fizemos a esses dois países em dezembro de 2016. Enquanto organizávamos o roteiro pelo Egito, quisemos deixar 2 noites para descansar entre um lugar e outro, além de conhecer o Mar Vermelho também, claro. O que não esperávamos era que iríamos gostar tanto de lá e que até ficaríamos tentados a voltar outras vezes.

Como essa dica é muito boa, quis passá-la antes até de contar sobre o restante da viagem ao Egito. Se você também mora no Oriente Médio, ou mesmo se está organizando uma viagem pela região, tente encaixar a cidade em seu roteiro, garanto que não irá se arrepender.

Mar Vermelho, Hurghada, Egito.

Mar Vermelho, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Por que Hurghada?

Para quem já pesquisou sobre as cidades no Mar Vermelho egípcio, percebeu que o destino mais famoso é Sharm el-Sheikh, na Península do Sinai. Em segundo lugar vem Hurghada, que fica na parte continental do país. A nossa preferência por Hurghada foi por 3 fatores: tempo, dinheiro e segurança.

Tempo porque sairíamos de Luxor até a cidade escolhida. Para Hurghada poderíamos ir de carro, para Sharm el-Sheikh teríamos que pegar 2 voos: Luxor até Cairo, depois Cairo até Sharm el-Sheikh. Para passar somente 2 noites, achamos que não valeria a pena, pois perderíamos muito tempo entre voos.

Dinheiro porque, indo de carro seria mais barato que de avião (éramos 4 pessoas) e porque achamos bons resorts em Hurghada por preços excelentes.

E, por fim, segurança porque, infelizmente, já aconteceu atentado terrorista há não muito tempo atrás, a um voo que saía de Sharm el-Sheikh com destino à Rússia. A Península do Sinai não é um território muito pacífico e por mais que não seja comum atentados na cidade turística, preferimos evitar a fadiga.

Chegando e partindo

Chegamos a Hurghada a partir de Luxor, em uma viagem de carro que durou umas 3h30min. Contratamos esse transporte com a agência de turismo que nos acompanhou por todo o país. Também é possível fazer esse trecho de avião, mas quisemos ir de carro para economizar, como já expliquei, e porque, no final das contas, seria mais rápido e prático ir de carro mesmo. Recomendo a vocês fazerem a viagem dessa forma também.

Já para ir embora de Hurghada, pegamos um voo da Egyptair até Cairo e depois o da Royal Jordanian até Amã. O aeroporto de Hurghada é pequeno, mas bem organizado. Também recomendamos fazer o trecho Cairo-Hurghada de avião, pois uma viagem de carro seria bem mais longa nesse caso.

Mar Vermelho, Hurghada, Egito.

Mil tons de azul do Mar Vermelho, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Hospedagem em Hurghada

A hospedagem em Hurghada foi a última que decidimos de toda a viagem. Isso porque há inúmeras opções de resorts e fica difícil escolher um só. Por fim, escolhemos o Steigenberger Al Dau Beach Hotel e ficamos absolutamente encantados com o hotel. Pegamos a opção “half board” com café da manhã e jantar. O buffet era incrível e eu não me recordo, de todos os lugares em que já me hospedei, de ver uma variedade tão grande. A qualidade também era inquestionável. Os quartos eram espaçosos, confortáveis e limpos. As áreas em comum também eram maravilhosas, muito além do que poderíamos aproveitar em apenas 2 diárias.

A única ressalva que faço aqui é que o isolamento acústico não é muito bom e como o nosso quarto era voltado para o lobby, ficávamos ouvindo os gritos das crianças que lá brincavam. Outro problema (isso já é do país, não tem jeito) é permitir que as pessoas fumem dentro do hotel. Logo, é quase inevitável não sentir cheiro de cigarro dentro do quarto de vez em quando.

Os valores da hospedagem são inacreditáveis. À época que fomos, pagamos cerca de 100 dólares por diária, por casal, já inclusas as 2 refeições. Para um resort 5 estrelas na praia, nada mal, né? Como sempre, reservamos o nosso hotel pelo Booking.com. Não perca tempo e reserve agora mesmo o seu hotel em Hurghada utilizando a nossa ferramenta de busca aqui embaixo. Você não pagará nada a mais por reservar por aqui e ainda paga um café pra gente 😀

Booking.com

lobby hotel hurghada

Marido admirando as luzes de Natal do lobby do hotel. Foto: arquivo pessoal

O que fazer em Hurghada

Sombra e água fresca. Sol e praia. Ócio e atividades de esporte e lazer. Pode escolher o que quer fazer! Nós aproveitamos um dia inteiro em Hurghada para fazer um passeio de barco até a ilha Giftun, ou Paradise Island. A empresa nos buscou cedo no hotel, fomos para o barco, navegamos até perto da ilha e tivemos um dia inteiro para fazer snorkeling, mergulho e ficar na praia da ilha. Almoço e bebidas (não-alcoólicas) estavam inclusos. Tudo delicioso! Eu super recomendo esse passeio 🙂 No nosso grupo havia crianças, idosos, jovens. Todos aproveitaram bem. Os funcionários do barco também eram muito solícitos e o marido até conseguiu fazer o primeiro mergulho da vida dele lá nesse dia.

Mar Vermelho, Hurghada, Egito.

Nosso barco. Mar Vermelho. Foto: arquivo pessoal

Mar Vermelho, Hurghada, Egito.

Marido fazendo snorkeling. Foto: arquivo pessoal

Mar Vermelho, Hurghada, Egito. giftun paradise island

Giftun Island. Mar Vermelho, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Mar Vermelho, Hurghada, Egito.

De cachecol, sim, porque estava frio. Foto: arquivo pessoal

Mar Vermelho, Hurghada, Egito.

Mar Vermelho, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

O Mar Vermelho é uma das coisas mais lindas que já tive oportunidade de ver! Eram tons de azul tão intensos que me deixaram hipnotizada. Sem dúvida, foi a cor de mar mais linda que já vi na vida! Outro fato inédito, pelo menos para mim, foi a diversidade de vida marinha de lá. Nós já fizemos snorkeling no Brasil, Caribe, Indonésia e Omã, mas o do Mar Vermelho superou todos esses! É muito incrível e impossível não se emocionar. Nesse dia, até me arrependi de já não ter feito um curso de mergulho para poder ver mais de perto aquela beleza toda. Então, aprenda com o meu erro e não perca essa dica!

Mar Vermelho, Hurghada, Egito.

Criando coragem para entrar no mar, porque do lado de fora fazia frio. Foto: arquivo pessoal

Mar Vermelho, Hurghada, Egito.

Entrei, tá boa! A água não estava gelada. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

Fazendo snorkeling. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

Duas moreias simpáticas. Snorkeling, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

Peixe sereia. Snorkeling, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

Parece que estamos dentro de um aquário. Snorkeling, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

Lindo peixinho colorido. Snorkeling, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

Aquário natural. Snorkeling, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

Encontrei os nemos – e os deixei lá! Snorkeling, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

Snorkeling, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

O cara do barco alimentando a moreia. Snorkeling, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

Eles chamavam esse peixão de “imperador”. Snorkeling, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

Peixes e pernas. Snorkeling, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

Peixinho fotogênico. Snorkeling, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

Lindos corais. Snorkeling, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Snorkeling, Hurghada, Egito.

Snorkeling, Hurghada, Egito. Foto: arquivo pessoal

Além do passeio de barco, mergulhos e snorkeling, há também passeios de submarino. Nós não tivemos tempo de fazer, mas dizem que é legal. O único “porém” é se você for claustrofóbico, aí nesse caso é melhor repensar o passeio. Uma outra alternativa é pegar um barco que tenha fundo de vidro, com observatório. O casal que viajava conosco fez o passeio em um desse e gostou.

submarino hurghada

Yellow submarine em Hurghada. Foto: arquivo pessoal

***

Bom, espero que possam aproveitar as dicas e, se tiverem oportunidade, conheçam o Mar Vermelho, independente de qual cidade seja. Como disse no começo do artigo, acho que, para quem mora aqui no Oriente Médio, é um super destino para passar um feriado, pois é perto e muito barato. E para quem já tem vontade de conhecer o Egito ou os países vizinhos, vale a pena tentar encaixar pelo menos 2 dias por lá. Não é todo dia que podemos aproveitar um resort com um preço tão camarada, não é verdade? E o principal motivo, claro, é o próprio Mar Vermelho que, de vermelho, ainda bem, não tem nada 🙂 Mas de azul, ah…

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Deixe uma resposta para SarahCancelar resposta

  • Sarah janeiro 12, 2018

    Polly,

    Qual empresa você contratou??

    Bjos

    • Pollyane
      Pollyane janeiro 14, 2018

      Eu não me lembro o nome, Sarah. Mas você irá encontrar várias por lá, basta perguntar ao seu hotel. Obrigada pela visita e comentário!

  • Tatiany dezembro 22, 2017

    Polly, parabéns pelo blog, ameeei todas as dicas! E os lugares realmente parecem de mentira rs. Vi que você comentou sobre as vantagens de ir para Hurghada ao invés de Sharm el-Sheikh. Você chegou a ir para Dahab? Se sim, se for para escolher somente um, qual você indica? Muito obrigada!

    • Pollyane
      Pollyane dezembro 26, 2017

      Oi Tatiany, obrigada pelo comentário! Então, não fui a Dahab porque os mesmos motivos pelo qual eu preferia Hughada a Sharm el-Sheikh se aplicam a Dahab (ter que pegar avião, ser um pouco mais perigoso). Eu acho que você não precisa conhecer os 3 lugares, basta escolher 1! Eu fiquei feliz com Hurghada, mas vejo o pessoal gostando mto de Sharm e Dahab também 🙂 Boa sorte! Beijo grande

  • […] durante a viagem inteira que tivemos que pegar um táxi sofremos um golpe. Estávamos no hotel em Hurghada e pedimos um táxi para o aeroporto. O taxista ficou dando mil voltas inúteis e perguntamos para […]

  • camila setembro 2, 2017

    ola, tudo bom? achei suas fotos lindissimas, poderia me tirar uam dúvida? qual sua camera? vc usou filtro vermelho para as fotos dentro d agua? lindas!!!!!

    • Pollyane
      Pollyane setembro 3, 2017

      Oi Camila! Obrigada pela visita! A minha câmera que faz foto subaquática é super antiga: uma Sony Cyber-shot DSC-TX10. Como filtro, usei o modo “auto nível” do programa PhotoScape e só. Beijo grande

  • […] nos levou a uma região maravilhosa para fazer snorkeling e mergulho. Eu já contei tudo desse dia nesse post, vale a pena ler e babar na cor do mar. Quis incluir esse “barco” específico nessa […]

  • […] esse hotel maravilhoso eu já contei tudo no post sobre Hurghada, que vocês podem ver aqui. Recomendo MUITO e foi o melhor custo-benefício de hotel que já […]

  • Renata março 2, 2017

    Mas gente! Nem nos meus melhores sonhos imaginei que o mar vermelho era tão azul e tão lindo! Estou encantada!

    • Pollyane
      Pollyane outubro 1, 2017

      Ainda bem que você foi lá conferir pessoalmente, né? <3

  • Renata Suzart fevereiro 7, 2017

    Esse AZUL do mar VERMELHO é incrível, né? Fotos lindas, essa viagem deve ter sido incrível!

    • Pollyane
      Pollyane fevereiro 7, 2017

      É incrível demais, Suzart! Vamos voltar? Obrigada e beijo grande