Imensa é a minha vergonha ao postar um artigo intitulado “Japão 2015” em março de 2016. Mas a vida é assim mesmo: a gente pisca e vira o ano; a gente olha para o lado e já acabou o primeiro trimestre do outro. Tá difícil!

Mas enfim, estou comprometida a terminar esses posts do Japão porque ainda tem muuuuita coisa legal que eu gostaria de compartilhar com vocês e ainda não deu tempo de falar, então chega de enrolação e vamos ao que interessa!

estação de trem tóquio japão

Estação perto do Fish Market. Foto: arquivo pessoal

Tsukiji Fish Market – Tokyo

Guarde esse nome e coloque já no seu roteiro ao Japão! Tsukiji é um imenso mercado de peixes (e outras coisas, mas eu foquei nos peixes) em Tokyo. E quando eu digo imenso, é imenso mesmo: ele é considerado um dos maiores do mundo e recebe mais de 2 mil toneladas de produtos marinhos por dia!

Se você conseguir chegar lá bem cedinho, por volta de 5h da manhã, talvez consiga entrar e assistir ao leilão dos atuns. Dizem que é muito legal, mas o meu fuso horário não me permitiu chegar lá a essa hora. De qualquer jeito, fomos mais tarde (beeeem mais tarde que isso, umas 11h) e comemos nos restaurantes que ficam lá dentro. E gente, atenção, NÃO DEIXEM de comer o sushi desse lugar! Mais fresco do que isso só indo em alto-mar e pescando o peixe! Nós comemos MUITO bem durante a nossa viagem ao Japão (depois teremos post especificamente sobre isso), mas o desse lugar era uma coisa excepcional!!! A maior tristeza é ter que escrever esse artigo e encher a boca d’água ao lembrar dessa refeição 🙁

Outra dica: para os amantes de faca, como o marido, é um bom lugar para adquirir uma autêntica faca japonesa para fazer sushi e também outros apetrechos da cozinha japonesa.

Tsukiji Fish Market

Tsukiji Fish Market em Tóquio. Foto: arquivo pessoal

Tsukiji Fish Market

Japoneses, os mais lúdicos do mundo. Foto: arquivo pessoal

Tsukiji Fish Market

Japoneses, os mais lúdicos do mundo! Foto: arquivo pessoal

Tsukiji Fish Market

Facas japonesas para sushi. Foto: arquivo pessoal

facas japonesas sushi

Facas japonesas. Foto: arquivo pessoal

Tsukiji Fish Market restaurantes

Fila para os restaurantes no Tsukiji Fish Market. Foto: arquivo pessoal

Tsukiji Fish Market sushi

Restaurante no Tsukiji Fish Market. Foto: arquivo pessoal

Tsukiji Fish Market sushi fresco

Um dos melhores sushis que já comi na vida! Foto: arquivo pessoal

Em Ginza, em frente ao Palácio Imperial, há um parque muito charmoso chamado Hibiya Koen. Passamos por lá antes de seguir para o Palácio e valeu muito a pena. Os parques japoneses são lindos e são excelentes oportunidades para observar a vida dos moradores locais.

Palácio Imperial do Japão

Se você está pesquisando sua viagem ao Japão já deve ter visto – e duvidado – que não é possível entrar no Palácio Imperial do Japão. Infelizmente, isso é verdade, mas o pior é que não dá para chegar nem PERTO do Palácio, ou seja, não dá nem para avistá-lo de longe (pelo menos eu não encontrei nenhuma maneira).

De toda forma, só pelas redondezas do Palácio já vale a pena e é um espetáculo! Se puder, chegue ao local perto do pôr-do-sol. Vou colocar umas fotos para mostrar o porquê.

E aí, gostaram? Nesse dia do roteiro ainda dá para incluir a ida em diversos museus e lojas que estão no caminho, fica a critério de vocês! Nós caminhamos bastante e acabamos ficando cansados e voltando para casa mais cedo, pois, como vocês ainda verão, ainda falta muita viagem pela frente!

Beijos e até o próximo post do Japão!

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Comente com o WordPress

  • […] posts do Japão: parte I, parte II, parte III, parte IV e parte […]

  • […] das nossas andanças por Tokyo (que vocês podem conferir na parte I, parte II, parte III, parte IV, parte V e parte VI) fomos para Hakone, uma cidadezinha que fica a menos de 100 km da capital […]