10 de julho de 2015

7 dicas imperdíveis de Roma

Vai a Roma? Então deixa eu te passar umas dicazinhas que fizeram grande diferença na nossa viagem.

1 – Saindo do aeroporto – Dica para economizar!

Nosso voo chegou a Roma pelo Aeroporto de Fiumicino, que é longe do centro da cidade. Geralmente, com raríssimas exceções, a corrida do aeroporto ao centro é bem salgada. Lá não é diferente. Fiz uma pesquisa aqui pela internet e vi que fica por volta de 40 euros.

Porém, é possível economizar pegando um ônibus que sai da porta do aeroporto e vai até Termini, a maior estação de trem da cidade, que possui uma localização super legal e serve como ponto de partida para outros lugares. O nosso hotel era pertinho da estação, então fomos a pé mesmo. Mas se fosse mais longe, poderíamos pegar ônibus, metrô ou táxi, tudo lá em Termini. Na hora de ir embora, também pegamos o mesmo ônibus, no mesmo lugar, rumo ao aeroporto. Super tranquilo!

Circus Maximus, Roma.

Circus Maximus, Roma. Foto: arquivo pessoal

A empresa que utilizamos para esse serviço é a Terravision. O preço atual é de 4 euros (o mesmo de quando fui – novembro de 2013). Você pode comprar o ticket pelo site ou no guichê da empresa. Uma observação: não é ônibus comum, que sai parando em vários lugares. Ele só faz essa linha aeroporto-termini-aeroporto. As cadeiras são super confortáveis e você pode colocar as malas no bagageiro embaixo.

Ahhh, há também o mesmo serviço, pelo mesmo valor, para o Aeroporto de Ciampino.

2 – Cúpula da Basílica de São Pedro – Dica para NÃO economizar!

Talvez essa seja a dica mais amiga de todas. Aliás, eu passaria essa dica até mesmo para o meu maior inimigo, se tivesse algum. Ao visitar a incrível Basílica de São Pedro – no Vaticano – NÃO OUSE não visitar a cúpula. E o mais importante: NÃO OUSE economizar 2 euros para subir até ela.

vaticano cúpula basílica

Mal tinha começado a subida e já estava largada no chão. Foto: arquivo pessoal

cúpula basílica vaticano

A nossa cara quando conseguimos alcançar a cúpula. Foto: arquivo pessoal

cúpula basílica vaticano

Vista da cúpula da Basílica. Foto: arquivo pessoal

Vista da cúpula da Basílica.

Vista da cúpula da Basílica. Foto: arquivo pessoal

corredor cúpula basílica

Os estreitos corredores de acesso à cúpula – não recomendado a claustrofóbicos. Foto: arquivo pessoal

No total são 551 degraus, mas pode diminuir para 320 se você pegar o elevador. Economizar 231 degraus é MUITA coisa, pode confiar em mim. Os 551 degraus serão inesquecíveis (pelo lado negativo) para o resto da sua viagem 🙁 O valor da subida sem elevador era 5 euros e com elevador era 7 euros. Uma das economias mais burras que já fizemos em viagem EVER!

Nós chegamos tão exaustos lá em cima que demoramos um bom tempo para admirar a vista, que é espetacular, mesmo em dias de chuva. E não preciso nem dizer que caminhar pela cidade nos outros dias que se seguiram a esse foi um verdadeiro suplício. Sério, por favor, não economize 2 euros!

3 – Tivoli, vizinha de Roma – Dica para ter um dia de sossego!

No total, ficamos 8 dias em Roma. Como era pouco tempo, decidimos que não queríamos ficar fazendo pinga-pinga de cidade ou de país. Há tanta, taaaaanta coisa para ver em Roma, que precisaríamos de muito mais tempo para conhecer melhor a cidade. Ok, quem sabe eu não volto um dia…

A única exceção que abrimos durante a nossa estada em Roma foi Tivoli. Por indicação da minha querida colega Inaile, que esteve lá alguns meses antes de mim, pesquisei sobre essa pequena cidade, a 30 km de Roma. E ir para lá foi uma das melhores decisões que tomamos nessa viagem!

Tivoli é uma pequena cidade italiana, a menos de uma hora de Roma. Um bate-volta super tranquilo. Na época, fomos de ônibus, mas já vi aqui no amigo Google que é possível ir de trem. Por estar situada sobre as encostas de uma colina, a vista da cidade é de tirar o fôlego, além do clima fresco. Na minha opinião, a melhor parte foi fugir do tumulto de Roma, podendo andar por ruas estreitas e desertas, sentindo como vivem os italianos longe dos grandes centros.

tivoli italia

Pelas ruas de Tivoli, Itália. Foto: arquivo pessoal

Há várias opções de passeios pela cidade, mas como era outono e os dias estavam mais curtos, tivemos que escolher só alguns, então fomos na Villa Gregoriana, na Villa d’Este e andamos pela parte antiga da cidade. Outro ponto alto do passeio foi comer em um restaurante tipicamente italiano ma-ra-vi-lho-so chamado Ristorante L’Angolino di Mirko. Recomendadíssimo!

Villa Gregoriana, Tivoli.

Villa Gregoriana, Tivoli. Foto: arquivo pessoal

Villa Gregoriana, Tivoli.

Villa Gregoriana, Tivoli. Foto: arquivo pessoal

Villa d'Este, Tivoli.

Villa d’Este, Tivoli. Foto: arquivo pessoal

Villa d'Este, Tivoli.

As 100 fontes, Villa d’Este, Tivoli. Foto: arquivo pessoal

Villa d'Este, Tivoli.

Villa d’Este, Tivoli. Foto: arquivo pessoal

4 – Tumba de São Pedro e Necrópole do Vaticano – Dica para se planejar!

Eu sei, o nome é assustador. Mas vale a pena. Muito! Imagine visitar as catacumbas que existem no subsolo da Basília de São Pedro, no Vaticano? É incrível! Eu não lembro exatamente como achei sobre esse passeio. Ele não é amplamente divulgado nos sites e não conheço mais ninguém que o tenha feito. O fato é: ele existe, não é caro, mas precisa ser agendado com bastante antecedência.

Quem “toma conta” desse passeio é o Escritório de Escavações do Vaticano, o Ufficio Scavi. No próprio site deles você pode encontrar as instruções de como agendar a sua visita. Eu fiz tudo como está sendo explicado aí e correu tudo certo. Eles respodiam aos e-mails rapidamente. Tranquilinho.

A questão é: o número de visitantes em cada tour é suuuper restrito. Comprei a passagem em agosto para viajar em novembro e fiz o agendamento em agosto mesmo! Isso porque a visita é agendada de acordo com a sua língua, ou seja, foi em português! Eba! A nossa foi com uma guia brasileira e o grupo era somente de brasileiros.

Fotos do site do Ufficio Scavi:

Outro ponto importante para o agendamento ser com antecedência é que você fala para eles quais os dias disponíveis que você tem, mas ELES é que vão definir o dia e o horário que será a visita. Sendo assim, você pode organizar o restante da sua viagem, “guardando” o dia do passeio no Vaticano para o dia que eles escolherem. Vale a pena, gente. É muito emocionante! Ah, não podia tirar foto 😛

5 – Trastevere – Dica para comer bem e barato!

Trastevere é um bairro lindo, fofo, cuti-cuti, um amor no meio do caos de Roma. Infelizmente foi o dia que comemos melhor e mais barato em Roma (Roma mesmo, não Tivoli). Até então estávamos caindo em armadilhas de turistas, que faziam as piores pizzas que eu já comi na vida (triste demais 🙁 ).

Fomos para Trastevere um dia à noite, passeamos pelo bairro a pé, curtindo as ruas estreitas e boêmias. Há uma infinidade de restaurantes e bares. Jantamos no Carlo Menta Talevi Luigi e Luciano e, como já disse, bom e barato!

Da próxima vez, vou seguir o conselho do marido e escolher a hospedagem em Trastevere, assim comeremos bem todos os dias.

trastevere roma

Em Trastevere, Roma. Foto: arquivo pessoal

trastevere restaurante

Nosso inesquecível jantar em Trastevere, Roma. Foto: arquivo pessoal

6 – Experimente Roma! – Dica para não ser um turista meia-boca!

Não visite Roma apressado. Não a inclua no meio de um roteiro pela Europa todo apertado. Experimente a cidade!

Ande a pé pelos mais diferentes bairros. Entre em pequenos restaurantes e observe-os gritar conversar. Passeie pelo mesmo lugar em diferentes horários do dia – a luz muda os lugares! Vá a várias igrejas e se deixe impressionar. Tome todo o sorvete que conseguir! Não restrinja a sua visita ao Coliseu e ao Vaticano, há muito mais para ver. Se puder, faça tours gastronômicos. Faça cursos de culinária. Visite um supermercado. Ande de transporte público.

Roma merece que você dedique um tempo a ela. Um bom tempo, uns bons dias. Aproveite!

roma

Roma, Itália. Foto: arquivo pessoal

7 – Passagem aérea em promoção – Dica para todas as viagens da vida!

Essa dica é old but gold e vale não só para Roma, como para qualquer outro destino, seja nacional ou internacional: se cadastre agooooora mesmo no site Melhores Destinos e fique por dentro de todas as promoções de passagens aéreas.

E por que eu coloquei essa dica aqui? Porque eu só conheci Roma graças à passagem de R$ 800,00 (isso mesmo: OITOCENTOS REAIS), ida e volta, saindo de Guarulhos, que comprei depois de receber um e-mail do MD com a promoção. Na verdade, era um erro no site da Iberia (a companhia aérea que eu voei) e não uma promoção, mas deu tempo de comprar (e várias outras pessoas também conseguiram) e eles honraram o valor que foi divulgado no site! 😀

Dica dentro da dica: quando receber uma promoção maluca assim, compre imediatamente! Não pense duas vezes e não ligue pra ninguém antes, só compre! Geralmente dura poucos minutos, ou porque foi um erro no site, ou porque as passagens se esgotam rapidamente!

roma

Roma, Itália. Foto: arquivo pessoal

Não sei se você irá conseguir visitar Roma, a partir do Brasil, pagando tão pouco. Mas espero que consiga boas promoções para outros lugares e, caso surja oportunidade de conhecer a capital italiana, não pense duas vezes! E aproveite as dicas 🙂

julho 08, 2015

E onde fica?

Eu não sei quanto a você, mas toda vez que ouço falar sobre uma cidade nova, corro no mapa para ver onde fica. Acho legal saber quais as cidades/países que...

junho 29, 2015

Abu o quê?!

Confesse. A primeira vez que você ouviu o nome “Abu Dhabi” essa foi a primeira coisa que você disse. Desde que anunciei ao mundo que estou de mudança para lá,...

junho 23, 2015

10 coisas que eu espero de Abu Dhabi – parte II

Dando continuidade ao post anterior sobre as minhas expectativas em relação a Abu-Dhabi, vou comentar sobre o que eu espero em relação a outros tópicos, mais complexos. Lembrando que, eu...

junho 18, 2015

10 coisas que eu espero de Abu-Dhabi – parte I

Daqui a exatos 39 dias estarei embarcando para Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, onde fixarei residência por, pelo menos, 2 anos. Eu nunca estive em um país predominantemente muçulmano,...

junho 17, 2015

Olá, pessoas!

Começo aqui um novo diário, que não será necessariamente diário, sobre as coisas que vejo no mundo. Há algum tempo, iniciei uma caminhada longe da minha cidade natal (Anápolis/GO –...

1 25 26 27