Querido diário,

2016 chegou feliz, leve e cheio de esperanças renovadoras. Finalmente, este promete ser um ano em que começarei e terminarei morando na mesma cidade, no mesmo país – até que enfim!

2015 foi um ano de grandes mudanças e perdas, onde precisamos vasculhar os escombros para resgatar os aprendizados necessários. Não foi um ano fácil!

Superados os desafios que a vida colocou em nosso caminho, viramos o ano com uma imensa vontade de fazer novo, diferente, melhor! Se houver dor, que sejamos fortes; se houver tristeza, que sejamos consolados; e se houver alegrias, que possamos aproveitá-las com gratidão.

Há muitos anos atrás, diário, quando eu ainda era criança, costuma escrever em suas páginas os meus “pedidos” para o próximo ano. Nessa época, embalada pela imaturidade da alma, ainda não compreendia a importância dos “pedidos” morais e nem dos “agradecimentos”, que eram tantos!

QoR8Bv1S2SEqH6UcSJCA_Tea (2)

Foto: Unsplash

Mas tudo bem. O importante é que essa compreensão hoje se faz presente e nunca é tarde para reconhecermos nossas falhas e, sobretudo, corrigi-las. Foi por isso que hoje, 6 de janeiro de 2016, Dia de Reis (e de desmontar a árvore de natal), assumo novamente com você esse compromisso das resoluções para o ano novo!

Como a minha atual situação é de expatriada morando em Abu Dhabi, coisa que eu nunca imaginei a minha vida inteira, resolvi voltar as minhas resoluções principalmente para esse contexto em que vivo. Optei por compartilhar em suas páginas virtuais, pois há várias pessoas que podem se identificar com elas e, sobretudo, é uma maneira de registrá-las e confrontá-las ao final do ano (que fria, hein? hehehe).

Vamos lá!

1º Conhecer todos os pontos turísticos de Abu Dhabi.

Os seriados do Netflix podem esperar! Preciso urgentemente dosar a quantidade de episódios assistidos e sair mais de casa, andar pela cidade, conhecer coisas novas! E, claro, isso inclui arrastar o marido comigo para fora do sofá – pois essa resolução o inclui (viu, amor? =*).

mosque-615415_640

Grand Mosque de Abu Dhabi – ainda falta conhecer!

2º Arrumar uma forma de praticar mais o inglês.

Ainda não sei bem como fazer isso, mas sinto que preciso aproveitar a oportunidade de tanta gente falando inglês por aqui (mesmo que não seja sua língua nativa) e praticar mais! Abu Dhabi é uma ótima oportunidade para quem quer praticar o “listening”, já que temos centenas de sotaques numa cidade só!

3º Aprender algo de árabe.

Vou ser realista nessa questão e dizer que pretendo aprender “algo” de árabe. Sei que não é uma língua fácil e que os cursos são muito caros, então a minha resolução é, pelo menos, começar a compreender como a língua funciona e, quem sabe, terminar o ano sabendo algumas frases! Insha’Allah

4º Visitar os outros Emirados.

É absolutamente vergonhoso que só estivemos em Dubai por duas vezes e não conhecemos nada da cidade! Os outros Emirados eu nem cheguei a conhecer… Vamos mudar isso, né? Urgente!!

photo-1450858930767-64b21437d41f

Foto: Unsplash

5º Conhecer melhor a cultura árabe.

É claro que se eu sair mais de casa, conversar mais com outras pessoas e aprender algo de árabe vou acabar conhecendo mais a cultura, mas quero conhecer as várias feiras e eventos locais daqui, como a corrida de camelo, por exemplo.

6º Conhecer restaurantes e sabores diferentes.

O meu maior trabalho nesse quesito será convencer o marido a ir comigo, mas prometo que vou tentar fugir da nossa “zona de conforto culinária” e arriscar mais!

7º Comprar menos, viajar mais.

Essa, na verdade, já é uma resolução que eu venho seguindo há um tempo e que pretendo aplicá-la neste ano. Graças a Deus, já temos tudo que precisamos e não necessitamos mais gastar dinheiro com bens materiais. No entanto, eu nunca acho que já viajei o suficiente, então podemos deslocar o gasto com bens para gastos com viagens. Afinal, quando terei a oportunidade de morar no Oriente Médio de novo? Troca justa, né?

photo-1446540830250-e2076f9e6917

Foto: Unsplash

8º Não abandonar o exercício físico e fazer aulas de dança do ventre.

Manter o foco e a disciplina na regularidade dos exercícios físicos é um desafio para mim e para a maioria das pessoas que eu conheço. Mas sim, vamos tentar! Além disso, preciso urgentemente aprender a movimentar os meus quadris no ritmo maravilhoso da música árabe. Só falta a vergonha na cara mesmo…

9º Continuar frequentando assiduamente o Grupo de Estudos Espíritas.

Não deixar que a preguiça, o desânimo e a influência dos maus espíritos nos desanimem nessa caminhada tão valiosa! Que em 2016 continuemos sempre juntas e buscando a nossa melhoria no bem.

10º Busca e efetivação de trabalho voluntário.

Terminei 2015 com esse propósito e pretendo cumpri-lo em 2016. Não é fácil e há muita resistência, mas precisamos contornar as dificuldades e incluir DE VEZ esse propósito na nossa vida.

11º Resistir à tentação de ter outro cachorro.

Simplesmente porque aqui não é o melhor lugar e agora não é o melhor momento. Preciso me contentar com isso. O ano inteiro!

12º Continuar me encontrando com as meninas de Abu Dhabi.

Algo que foi muito maravilhoso em 2015 foi encontrar pessoas lindas e legais morando aqui também. Por algumas vezes saímos e foi muito bom e importante para o meu processo de adaptação. Que em 2016 continuemos nos encontrando, faça chuva ou faça sol. Ops! Aqui não faz chuva…  Mas tudo bem, eu sei que elas me entendem! hehehe.

Queridas! Faltou a Joyce…

 13º Fazer algo que eu nunca fiz e que tenha aqui.

Os Emirados possuem uma lista extensa de atividades “diferentes”, das quais muitas eu nunca fiz na vida. Paraquedismo, tirolesa, cruzeiros, jet-ski, patinação no gelo, rally no deserto, corrida de kart… Está na hora de deixar o medo de lado e me jogar em alguma aventura!

14º Cultivar as amizades distantes.

Ao longo do tempo, aprendi que família não se perde nunca, apesar do tempo e da distância. Não há barreiras suficientes no mundo que nos impedem de amar e ser amado e de cuidar e ser cuidado por aqueles que compartilham o nosso DNA. Quando voltamos, as coisas tendem a ser como eram antes e apesar de termos perdido momentos juntos, nada se perde de verdade. Os seres mudam, mas as relações não.

Já no caso das amizades, aprendi que não acontece da mesma forma… Podemos ficar meses sem falar com um amigo querido e mantermos o mesmo carinho por ele, mas muita coisa vai se perder pelo caminho. Momentos deixarão de ser compartilhados e serão esquecidos, risadas e lágrimas deixarão de acontecer e a distância geográfica passa a entrar substancialmente no relacionamento. Nesse caso, as pessoas mudam e acabam por mudar o relacionamento também.

Que em 2016 nenhuma amizade se perca no caminho entre a distância física que nos separa.

15º Continuar escrevendo!

Seja no Brasileiras pelo Mundo, onde eu adoro as matérias, as meninas e a incrível oportunidade de colaborar com o site; ou seja no Diário de Polly, onde eu descobri um hobby adorável e uma maneira alternativa de terapia.

photo-1443916568596-df5a58c445e9

Foto: Unsplash

Que em 2016 venham muitos artigos!

Obrigada a todos os leitores e feliz 2016 a todos vocês!

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

Deixe uma resposta para Danielen GonçalvesCancelar resposta

  • […] no comecinho de 2016, fiz um artigo sobre as resoluções que esperava/planejava para aquele ano. A maioria dos meus propósitos […]

  • Danielen Gonçalves janeiro 11, 2016

    Polly, passei aqui só pra dizer que adoro o blog e acompanho assiduamente. Feliz ano novo, muita coisa bonita pra vocês dois aí e muitos posts novos para nós. Beijos!

    • Pollyane
      pollyanerezende janeiro 11, 2016

      Dani!! Adorei a visita e fico mto feliz pela sua assiduidade! Sempre me lembro de vc… Especialmente agora que estou me aventurandi por esse jornalismo bloguístico informal.. Rsrs. Saudade! Beijo grande!

  • Márcia janeiro 7, 2016

    Continue escrevendo e postando seus maravilhosos posts, adoro todos eles, sempre que posso acompanho também os artigos das Brasileiras pelo mundo!!!! Feliz 2016 para você minha querida, amada sobrinha e afilhada!

  • Lysnara Lial janeiro 6, 2016

    Feliz 2016! Que esse seja um ano de muitas coisas boas. Não deixe de escrever ;*

    • Pollyane
      pollyanerezende janeiro 6, 2016

      Para nós todos, Lysnara! Feliz 2016 e muito obrigada pela visita! Beijo grande

  • Natácia janeiro 6, 2016

    Suspiros…. obrigada mais uma vez!